0800 940 2377 - (31) 3490 3100 - (31) 3439 8000 assinaturas@olutador.org.br
A tentação da Igreja Participação ativa Um porto seguro para casais, sacerdotes e religiosos(as) Chamados para uma missão Comitê de Bacia investe em saneamento

A tentação da Igreja

Carlos Scheid

Uma rápida varredura na História da Igreja permite identificar a tentação permanente que ronda o “pessoal da Igreja” – expressão de Jacques Maritain – quando a missão parece difícil, as barreiras se multiplicam e a solução aparente est…

Leia Mais

Participação ativa

Um dos princípios orientadores da reforma litúrgica do Concílio Vaticano II foi o da “participação ativa”, como lemos no número 14 da Constituição Conciliar Sacrosanctum Concilium [SC]: “É desejo ardente na mãe Igreja que todos os fiéis cheguem à…

Leia Mais

Um porto seguro para casais, sacerdotes e religiosos(as)

O EMM nos dá um presente, que é viver o FDS, um verdadeiro encontro consigo, com o outro e com Deus, que nos mostra o caminho para a conversão com mudanças de atitudes, a escuta com o coração e com a decisão de amar sempre. Isto tem sido um porto seg…

Leia Mais

Chamados para uma missão

João da Silva Resende, SDN*

 

“Eu te segurei pela mão, te formei e te destinei para unir meu povo e ser luz das nações. Para abrir os olhos aos cegos, tirar do cárcere os prisioneiros e da prisão os que moram nas trevas.” (Is 42,6-7.) Assim …

Leia Mais

Comitê de Bacia investe em saneamento

CBH-Manhuaçu conclui 16 Planos Municipais e agora acompanha sua implantação.

Passam-se os anos, trocam-se governos, novas políticas públicas são anunciadas e o saneamento básico segue um descalabro no Brasil. Embora seja um direito previsto na Const…

Leia Mais

O que mais me tocou

  1. Colocar no centro de uma sala uma grande cruz, deitada no chão.
  2. Aos pés da cruz, uma vela enfeitada, símbolo do Ressuscitado.
  3. Frases escritas com hidrocor sobre folhas de sulfite. As frases podem ser extraídas da Bíblia ou pensamentos com um significado profundo para o grupo.
  4. Gravuras que explicitem pessoas sofridas.
  5. Espalhar as frases e gravuras ao redor da cruz. Pedir aos participantes que caminhem em círculo, olhando as frases. Devem parar em torno daquela frase ou figura que mais lhes chamou a atenção. Assim, num mesmo grupo teríamos mais de uma pessoa ou mesmo uma só pessoa.
  6. Dar algum tempo para que os grupinhos reflitam sobre a frase.
  7. Pedir que comentem o que refletiram com todos do grande grupo.

Deixe uma resposta