Roteiros Pastorais Tudo em família
27/03/2019 Revista O Lutador Edição 3908 Veneno e contraveneno 61 - Contraveneno...
weheartit.com

1. Coisas que acontecem

Juca chegou para o pai e disse: - “Pai, não suporto mais a minha mulher. Quero matá-la, mas tenho medo que alguém venha a descobrir. O senhor pode me ajudar?”

O pai respondeu: - “Posso sim, mas tem um porém... Primeiro você vai fazer as pazes com ela para ninguém desconfiar que foi você, quando ela morrer. Você vai cuidar muito bem dela, ser gentil, paciente, carinhoso, menos egoísta, retribuir sempre, levar para passear e escutar mais... Tá vendo este pozinho aqui? Todo dia você disfarça e coloca um pouco na comida dela. Assim, ela vai morrendo aos poucos...

Trinta dias depois, o filho volta e diz ao pai: - “Eu não quero mais que ela morra! Eu mudei... passei a amá-la. E agora? Como faço para cortar o efeito do veneno?”

O pai, então, respondeu: - “Não se preocupe! Aquilo é só pó de arroz. Ela não vai morrer, pois o veneno estava em você!”

 

2. Pensando juntos

O caso de Juca, mais comum do que se imagina, traz uma lição evidente: se nós alimentamos rancores em nosso coração, vamos morrendo aos poucos. E não adianta matar a pessoa odiada se o ódio permanece vivo dentro de nós, envenenando nossa vida. São João da Cruz, o grande místico carmelita e profundo conhecedor das almas, assim nos ensina: “Onde não existe amor, coloca amor e amor encontrarás”.

As atitudes amorosas de Juca, ainda que fingidas no início, devem ter despertado na esposa um conjunto de reações que o surpreenderam, vendo nela uma mulher nova. Os gestos de compreensão e companheirismo fizeram o efeito contrário do “veneno”: injetaram vida nova na mulher.

 

3. Para uma reunião de casais

- Em casa, quais são as atitudes que parecem envenenar? Que é aquilo que “mata” você?

- E quais são os gestos e atitudes que injetam vida nova em você?

- Você acha que amor é apenas sentimento? Ou se constrói acima de tudo pelo exercício de uma vontade determinada a agradar, animar, cativar?

- Quais as oportunidades que você tem de exercitar o perdão como gesto de amor?

 

 

Compartilhe este artigo:
Nome:
E-mail:
E-mail do amigo:
DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS