Formação Missão
08/08/2021 Luis Miguel Modino Edição 3939 Sonho realizado: escola em uma comunidade Ticuna
"A escola, que tem sido motivo de grande alegria e gratidão para toda a comunidade, como mostram os testemunhos recolhidos..."

Os capuchinhos brasileiros, com a solidariedade de seus confrades alemães, realizam o sonho de uma escola em uma comunidade Ticuna

A educação sempre tem sido uma prioridade da Igreja na Amazônia, muitas vezes fazendo aquilo que o poder público não consegue ou não quer fazer. Não podemos esquecer que a educação é instrumento de empoderamento, especialmente para os mais pobres.

Na diocese do Alto Solimões a presença dos frades capuchinhos ao longo de décadas tem ajudado no crescimento dos povos indígenas no campo da educação. Na paróquia São Francisco, de Belém do Solimões, os frades têm se empenhado em fazer realidade uma Igreja inculturada, com rosto amazônico e indígena.

Mais uma prova disso é o acontecido em Nova Jutaí, a última comunidade do igarapé de Belém, um local de difícil acesso, onde recentemente tem sido inaugurada a nova escola realizada pelos Frades Menores Capuchinhos do Amazonas e Roraima. Na missa, presidida por Frei Paolo Maria Braghini, foi abençoado o projeto "Escola, futuro das crianças ticuna".

A escola, que tem sido motivo de grande alegria e gratidão para toda a comunidade, como mostram os testemunhos recolhidos, é fruto do projeto apoiado pela MZF - Missionszentrale der Franziskaner e. V. da Alemanha.

Os vídeos recolhidos no blog da paróquia de Belém do Solimões mostram o agradecimento das crianças, dos jovens, dos pais e das mães, dos professores e das lideranças da comunidade. São gratos aos capuchinhos da Alemanha, mas também a Deus que suscitou a solidariedade que faz possível ter aquilo que, pelo descaso do poder público, está faltando em tantas comunidades da Amazônia.

Leia também:
Um ano do massacre dos Abacaxis
Apoio incondicional ao sistema eletrônico

A missão, maior paradigma vocacional

#VacinaAmazônia, mais vacinas e maoir sensibilização

Trabalhar em rede, não isoladamente

O desafio de amazonizar o Brasil e o mundo
A vitória da indiferença diante das mortes
Pela unidade da Igreja de Cristo

A responsabilidade das religiões

Papa restringe a celebração da missa na forma anterior ao Vat. II

1ª Assembleia Eclesial e a conciência de discipulos

O futuro começa agora

#Voces: um pacto educativo global

8º Intereclesial das CEBs no Paraná

A vida de Lázaro também importa
Lei da ficha limpa - Nota de Repúdio
Igreja apostólica e sinodalidade
O processo de Escuta deve ser mútuo e transformador

"O diaconato de mulheres só precisa ser reconhecido..."

Para que serve um velho?

Precisamos de leigos como sujeitos eclesiais

Acesse este link para entrar nosso grupo do WhatsApp: Revista O Lutador Você receberá as novas postagens da Revista O Lutador em primeira mão.

Compartilhe este artigo:
Nome:
E-mail:
E-mail do amigo:
DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS