Roteiros Pastorais Roteiros Catequéticos
14/06/2020 Ana Angélica Ribeiro* Edição 3925 Somos pessoas que Cuidam
F/ Fano
"Já terminou a história, terminou a contação, guarde a história minha gente, dentro do seu coração"

Encontro catequético com crianças

Ana Angélica Ribeiro*

 

Objetivo:

Despertar a atenção e cuidado para com a família, amigos; Ser sensível às necessidades do próximo; Identificar quais são as carências que podemos suprir. 

 

Preparação:

Cada catequista irá verificar em qual rede será possível propor o encontro. Combinar o horário com o grupo se for em uma transmissão ao vivo: live no facebook ou outra rede on-line ou via whatsapp. Preparar o ambiente de onde será feita a transmissão: uma singela e bonita mesa com a Palavra de Deus, a vela, pequeno cartaz da CF/2020 e o livro ou o texto da história: A Margarida Friorenta (Prepare com zelo uma boa, encantadora e motivadora leitura da história para a turma. Mas... Caso você seja um(a) contador(a) de histórias, coloque seu dom em ação e encante a turma).

 

Desenvolvimento:

Iniciar o encontro acolhendo alegremente ao grupo. Cantar a introdução da história (no ritmo de Ah eu entrei na roda, eu entrei na roda....) “Vai começar a história, vai começar a contação se prepare minha gente, abra o seu coração”. (Bis) 

 

Estória: A MARGARIDA FRIORENTA 

Editora: Ática Editora Ano: 2006 - Autora: Fernanda Lopes de Almeida 

Era uma vez uma margarida em um jardim. Quando ficou de noite a margarida começou a tremer. Aí passou a Borboleta Azul. A borboleta parou de voar.

- Por que você esta tremendo?

- Frio!

- Oh! E horrível ficar com frio! E logo em uma noite tão escura!

A Margarida deu uma espiada na noite. E se encolheu nas suas folhas. A Borboleta teve uma ideia:

- Espere um pouco! E voou para o quarto de Ana Maria.

- Psiu, acorde!

- Ah? E você, Borboleta? Como vai?

- Eu vou bem. Mas a Margarida vai mal.

- O que é que ela tem?

- Frio coitada!

- Então já sei o remédio. É trazer a Margarida para o meu quarto.

- Vou trazer já. A Borboleta pediu ao cachorro Moleque:

- Você leva esse vaso para o quarto da Ana Maria?

Moleque era muito inteligente e levou o vaso muito bem. Ana Maria abriu a porta para eles. E deu um biscoito para Moleque. A Margarida ficou na mesa de cabeceira. Ana Maria se deitou. Mas ouviu um barulhinho. Era o vaso balançando. A Margarida estava tremendo!

- Que é isso?

- Frio!

- Ainda? Então já sei! Vou arranjar um casaquinho para você.

Ana Maria tirou o casaquinho da boneca. Porque a boneca não estava com frio nenhum. E vestiu o casaquinho na Margarida.

- Agora, você esta bem. Durma e sonhe com os anjos.

Mas quem sonhou com os anjos foi Ana Maria. A Margarida continuou a tremer. Ana Maria acordou com o barulhinho.

- Outra vez? Então já sei. Vou arranjar uma casa para você!

E Ana Maria arranjou uma casa para Margarida. Mas quando ia adormecendo ouviu outro barulhinho. Era a Margarida tremendo.

Então Ana Maria descobriu tudo. Foi lá e deu um beijo na Margarida!!!

A Margarida parou de tremer. E dormiram muito bem a noite toda.

No dia seguinte Ana Maria disse para a Borboleta Azul:

-Sabe Borboleta? O frio da Margarida não era frio de casaco não!

E a Borboleta respondeu:

- Ah! Entendi!

“Já terminou a história, terminou a contação, guarde a história minha gente, dentro do seu coração”.(Bis) 

Compartilhe este artigo:
Nome:
E-mail:
E-mail do amigo:
DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS