Roteiros Pastorais Roteiros Catequéticos
08/01/2020 Catequese Hoje Edição 3919 Quebra-cabeças na catequese
F/ Pixabay
"Todo mundo já fica enfadado quando vai trabalhar em grupos e o coordenador usa sempre a mesma técnica de contar as pessoas"

 

O quebra-cabeças é um jogo simples, que pode animar a reflexão do grupo. Ele pode ser usado como apoio para qualquer tipo de reflexão. Damos um exemplo para um grupo que está iniciando um trabalho e precisa se conhecer melhor:

  1. O(a) catequista escolhe uma figura ou um cartaz grande e sugestivo, e que tenha a ver com o assunto central do encontro; corta essa figura em pedaços irregulares e os distribui aos presentes. Depois coloca no quadro, ou no chão, uma folha vazia, do tamanho da figura recortada, com o desenho da forma dos pedaços distribuídos.
  2. Cada pessoa é convidada a colocar na folha vazia o seu pedaço de figura e, ao mesmo tempo, a se apresentar e dizer o que espera do encontro.
  3. Ao final, o grupo é convidado, dois a dois, a fazer um cochicho a respeito dos sentimentos que a figura desperta.

Se você quer fazer uma reflexão em pequenos grupos, isso pode ser feito a partir de vários quebra-cabeças simultâneos. Para desenvolver o trabalho, providencie algumas figuras que possam ser recortadas, colas, pincéis e papel para cartaz.

  1. Selecione várias figuras significativas (cenas bíblicas, fatos da comunidade ou gravuras e fotos de fatos concretos) relacionadas ao tema que vai ser refletido. Cada figura será repartida em 4 partes (ou mais, conforme o tamanho do grupo) e cada parte de uma mesma figura terá, nas costas, o mesmo sinal de identificação (número, letra, cor...).
  2. Os pedaços serão distribuídos ao grupo. Cada pessoa deverá procurar os que têm pedaços com o mesmo sinal que o seu e formar com eles um grupo.
  3. Cada grupo monta a sua figura, cola-a numa folha, reflete sobre o que ela comunica, e faz com ela um cartaz para apresentar em plenário. Se a coordenação achar melhor, a reflexão pode ser orientada com perguntas que liguem a figura ao assunto do dia.
  4. É possível distribuir cenas bíblicas já recortadas, pedir ao grupo de crianças (ou catequistas, ou adultos, jovens) para montar o quebra-cabeças e em seguida ler o texto bíblico que corresponde a cena (pode ser uma mesma cena bíblica e o texto bíblico corresponde para todos os grupinhos ou não). Depois refletir sobre o texto, o grupo pode também ler o texto, mostrar a imagem montada e ser convidado a fazer um gesto, usar uma música e outros, para expressar a mensagem tirada do texto.

 

 

Formação de grupos

Todo mundo já fica enfadado quando vai trabalhar em grupos e o coordenador usa sempre a mesma técnica de contar as pessoas. É bom variar de vez em quando. Aqui estão outras possibilidades.

Desenvolvimento

- Por canções - entrega-se a todos os participantes fichas ou papeletas com títulos de canções conhecidas do grupo(podem ser religiosas ou MPB). A uma ordem do coordenador, todos começam a cantar a música sorteada, caminhando em direção a quem sorteou a mesma canção. Também pode-se fazer o mesmo com animais, imitando os sons que eles emitem.

- Por grupos de interesse - O (a) coordenador(a) anuncia a formação de grupos das pessoas em determinado tipo de esporte: futebol, tênis, natação, basquete... Ou ainda, torcedores de determinado time de futebol. Para evitar grupos numerosos, pode-se determinar o número que comportará cada equipe.

- Por elementos-chave - Em um grupo, sempre há determinados participantes que se destacam pela liderança, pelos talentos ou por melhor conhecerem determinado assunto, tendo uma visível ascendência sobre o restante do grupo. Para evitar que os grupos fiquem desiguais ou ocorra o atrito entre lideranças, convidam-se estas pessoas para que cada uma delas, por sorteio, escolha seus companheiros de equipe, ficando responsáveis pela mesma.

- Por figuras - Todos os participantes recebem figuras geométricas. As figuras se repetem na quantidade de componentes que cada grupo deve ter. Depois, juntam-se os quadrados, os triângulos, os círculos etc. O mesmo se pode fazer com desenhos de frutas, flores e outros elementos.

Equipe do Catequese Hoje.

Fonte: Catequesehoje

 

Compartilhe este artigo:
Nome:
E-mail:
E-mail do amigo:
DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS