Destaques Editorial
01/07/2020 Denilson Mariano da Silva Edição 3926 Por um mundo diferente  
F/ Pixabay
"A fraternidade universal é o caminho para um mundo diferente. Mudando o olhar, mudamos as atitudes..."

 

Denilson Mariano

Quando procuramos pensar um mundo diferente, sinalizamos a direção de um mundo mais humano, justo, fraterno e cheio de paz. Isto não significa o paraíso na terra, nem mesmo um sonho ou uma ilusão. Pensar um mundo diferente é pensar o mundo em que nos reconheçamos como irmãos, pessoas que se respeitem e se queiram bem. Por isso, pensar um mundo diferente, significa começar a fazer diferença no mundo. Aquilo que desejamos de bom, justo, fraterno, verdadeiro para nós, temos a missão de praticar, buscar e viver junto àqueles que estão ao nosso lado e participam de nossa vida. Bem como com todos aqueles que cruzam o nosso caminho.

A mudança na direção de um mundo diferente começa em nós, onde moramos, vivemos, trabalhamos, estudamos, nos divertimos... Trata-se, primeiramente, de uma mudança local e de dentro para fora, a começar do modo de nos relacionar conosco, com as pessoas de casa, com os parentes, amigos, vizinhos e com qualquer pessoa que encontrarmos no dia a dia. Esta mudança que começa em nós tem como ponto de partida uma mudança no modo de olhar. Aprender a olhar a todos com maior humanidade. Olhar a todos como irmãos.

Foi esse o caminho trilhado por São Francisco de Assis. Aos poucos ele vai se descobrindo irmão, vai aprendendo a ver a todos e a tudo pelos olhos da fraternidade. O amigo torna-se irmão, o leproso é seu irmão, os pobres são seus irmãos, os pássaros, o lobo, a água, o sol, a lua... O modo de olhar mudou nele o modo de viver. O olhar fraterno cunhou nele um jeito fraterno de viver. A mudança no olhar fez mudar o jeito de agir. Francisco iniciou uma mudança que aconteceu do particular para o universal, do local para o global. Esse é o caminho a seguir.

Vivemos em um mundo marcado por estruturas injustas, há pessoas que passam fome, muitos não têm acesso a duas refeições diárias, o acesso à educação, à saúde, à moradia, são profundamente desiguais. A desigualdade social no nosso país é uma das mais gritantes no mundo. Vivemos um clima social verdadeiramente desumano, marcado por atitudes racistas, homofóbicas, discriminatórias que aumentam e até naturalizam a violência e o ódio. Não podemos perder esse olhar global sobre a sociedade em que vivemos.

Porém articulando o olhar global e o agir local, podemos colaborar muito na transformação da nossa realidade para melhor. Aprendendo a ser irmãos uns dos outros e a ver os animais, a natureza e todo o cosmo com olhos da fraternidade. A fraternidade universal é o caminho para um mundo diferente. Mudando o olhar, mudamos as atitudes, com a mudança de atitudes, mudamos as estruturas injustas. Uma mudança global começa por uma transformação no agir local. Dizer não a tudo o fere a vida humana e a vida no planeta, dizer não à corrupção, à injustiça, à violência. Dizer não a uma economia sem coração e a uma vida sem sentido. O sentido da vida e descobrir-nos irmãos. Tendo um pouco da pureza das crianças, com olhos de fraternidade, somamos forças com todos os que lutam por um mundo diferente...

Leia também

Corona vírus: sacrifício, dor e esperança 

Viver no amor de Cristo

Crer na vida

Quem ama caminha na luz

Teologia, um cultivo necessário

Compartilhe este artigo:
Nome:
E-mail:
E-mail do amigo:
DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS