Variedades Pastoral Familiar
03/07/2020 Pe. Crispim Guimarães dos Santos   Edição 3926 Pastoral Familiar investe em formações virtuais
F/ CNBB
"São novos tempos, novos contextos, com exigências e responsabilidades que não permitem deixar passar a oportunidade de evangelizar e promover as famílias."

Pe. Crispim Guimarães

Das várias mudanças que a pandemia da Covid-19 fez na vida dos brasileiros, talvez uma das mais expressivas seja a relação com a tecnologia. Na Igreja não foi diferente. As missas, as reuniões e até eventos migraram para o ambiente digital. Quem antes da pandemia nunca acompanhou uma live já deve ter assistido a uma série delas nos últimos meses.

E neste contexto de transformações, a Pastoral Familiar também teve que se adequar: a Comissão Nacional da Pastoral Familiar (CNPF) concentrou esforços para ofertar formações pela internet.

“Estamos vivendo novos tempos, embora a Palavra de Deus seja sempre a mesma. Assim é urgente atualizar os métodos para que o Reino de Deus avance e seja conhecido por todos”, disse o assessor da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da CNBB e secretário executivo da CNPF, padre Crispim Guimarães, ao anunciar a primeira turma de uma formação por meio de plataforma EAD, ainda no mês de abril.

Com 300 alunos, o curso EAD segue para sua segunda edição e é voltado para o acompanhamento personalizado de noivos, basEADo no “Itinerário Vivencial de Acompanhamento Personalizado para o Sacramento do Matrimônio”.

“A nossa formação não é a formação para ter diploma, para ter currículo. É para ser um cristão, uma cristã, melhor, mais preparado, mais envolvido, ter conhecimento, não para si. A nossa formação tem que estar a serviço, tem que ser partilhada, tem que ser comunicada. O Evangelho é anunciar a Boa Nova”, reforçou o bispo de Rio Grande (RS) e presidente da Comissão para a Vida e a Família da CNBB, dom Ricardo Hoepers, aos participantes da primeira turma virtual do curso do Instituto Nacional da Família e da Pastoral Familiar (INAPAF).

Com mais de duas décadas de história, o INAPAF já teve um período por correspondência, depois utilizou uma plataforma EAD e agora tem o novo formato, por meio do Google Sala de Aula, totalmente online.

“Regionais apresentaram a necessidade da modalidade online. Tínhamos o desejo de fazer mais para frente, de forma mais elaborada, mas, com a pandemia, chegaram os pedidos e buscamos corresponder nesse momento importante”, ressalta padre Crispim.

Neste primeiro curso online do INAPAF, que ocorre como um projeto piloto, são 251 alunos matriculados, entre leigos, religiosas e padres dos Regionais Centro-Oeste e Sul 1: da arquidiocese de Brasília (DF) e das dioceses de Formosa (GO), Santo Amaro (SP), Osasco (SP), Santos (SP), Santo André (SP) e São Miguel Paulista (SP).

São novos tempos, novos contextos, com exigências e responsabilidades que não permitem deixar passar a oportunidade de evangelizar e promover as famílias.

 

 

Compartilhe este artigo:
Nome:
E-mail:
E-mail do amigo:
DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS