Variedades Poema
24/09/2021 Edward Guimarães Edição 3940 O teu olhar
F/ facebook.com/edward.guimaraes
"Eu quero o teu olhar, Senhor, esperançado e teimoso, ciente da presença do Deus estradeiro conosco..."
 
 
Não quero
o olhar dos Herodes
de ontem ou de hoje
sem humildade aprendiz
sem amor à verdade
sem busca da luz
sem respeito à dignidade da vida
sem acolhida do Mistério maior
 
Eu quero
o teu olhar, Senhor
esperançado e teimoso
ciente da presença
do Deus estradeiro conosco
que procura potencializar
nossos enigmas abissais
a interioridade
a profundidade
a alma de tudo
o espírito que anima...
 
Ensines esse dom
a nós teus discípulos
e profetas servidores:
que cultivemos
esse teu olhar
simultaneamente
sereno e inquieto
e a se mover
por amar
a procura da luz
ainda que frágil
ou a se apagar
 
Compartilhe este artigo:
Nome:
E-mail:
E-mail do amigo:
DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS