Variedades ADCE
17/07/2020 Felipe Palhares Guerra Lages Edição 3926 O Ser Cristão
F/ ADCE Brasil
"Jesus veio ao mundo para nos ensinar como viver em sociedade. E nos ensinou..."

Felipe Palhares Guerra Lages, diretor da ADCE

Começando por uma vida simples e pacata, mas com tamanho desafio de ter que fugir para nascer no meio de um estábulo no deserto, a “Luz” veio ao mundo! A luz veio ao mundo, mas o homem, “ser humano”, não o reconheceu e ainda o julgou, maltratou, humilhou e o crucificou.

Jesus veio ao mundo para nos ensinar como viver em sociedade. E nos ensinou:

  1. Adorar a Deus e amá-lo sobre todas as coisas;
  2. Não usar o Santo Nome de Deus em vão;
  3. Santificar os domingos e festas de guarda;
  4. Honrar pai e mãe (e os outros legítimos superiores);
  5. Não matar (nem causar outro dano, no corpo ou na alma, a si mesmo ou ao próximo);
  6. Guardar castidade nas palavras e nas obras;
  7. Não furtar (nem injustamente reter ou danificar os bens do próximo);
  8. Não levantar falsos testemunhos (nem de qualquer outro modo faltar à verdade ou difamar o próximo);
  9. Guardar castidade nos pensamentos e desejos;
  10. Não cobiçar as coisas alheias.

Esses ensinamentos são simples, diretos e objetivos. São princípios para o ser humano viver em paz neste mundo. Infelizmente, o ser humano tem vivido dias de luta, de desespero, de tristeza, de medo, de ansiedade e de depressão pelo simples fato de esquecermos as mensagens do nosso criador.

O Apóstolo João relata nos dizeres de Cristo, em João 16:33, onde Jesus diz: "Eu disse essas coisas para que em mim vocês tenham paz. Neste mundo vocês terão aflições, contudo, tenham ânimo! Eu venci o mundo".

Se Cristo nos pede para ter bom ânimo, por que estamos tristes, abatidos e desanimados? A resposta é simples: o mundo tem oferecido tantas distrações aos humanos que o nosso tempo é preenchido e consumido de uma forma voraz. Especialmente com o advento de novas tecnologias, que se tornaram extensão do nosso corpo, não nos preenche verdadeiramente e ainda não nos deixa ver a vida passar, nos afastando da nossa essência que é o “Ser Cristão”.

Ser Cristão é transformar nosso tempo nessa terra em tempo de qualidade, trocando o “ter” pelo “ser”, o ódio pelo amor, o triste pelo alegre, o cair pelo levantar, o desistir pelo continuar, a indiferença pelo ajudar e a omissão pela gratidão. É um ser que vive e pensa não apenas em si, mas se preocupa com a dor e o sofrimento dos outros. É um ser que sabe dividir, que sabe viver em paz e que “faz o bem sem olhar a quem”. O verdadeiro sentido da vida é deixarmos de “Ser Humanos” para “Ser Cristãos”, in Verbo in sensu largissimo, a essência que preenche, renova, salva e cura.

A vida é passageira, o tempo tem pressa, o rio passa, a porteira se fecha, o dia amanhece, o sol se põe e não há nada de novo, a não ser o tempo que nos dá a chance de recomeçar todos os dias. O recomeço para a vida cristã é morrer para o velho e nascer para o novo, onde a atitude de novos hábitos é fundamental para que possamos prosseguir e vencer nossos desafios.

Tristeza, ansiedade, depressão, estresse, desanimo, fadiga, na sua grande maioria, são frutos do nosso próprio consentimento. O exemplo que Cristo nos ensinou, em Gálatas 5:22, é sermos guiados pelo Espírito Santo de Deus e não pelas nossas próprias forças: “Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão e temperança.

Vamos deixar que o Espírito Santo guie as nossas vidas e que nos conduza a pastos verdejantes e a águas tranquilas, sem nos esquecermos que o mais importante é o simples: deixar o amor de Deus fluir em nossas vidas.

Compartilhe este artigo:
Nome:
E-mail:
E-mail do amigo:
DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS