Variedades EMM
13/07/2019 EMM Edição 3914 O relacionamento na terceira idade
F/ EMM
"A idade chegou. As rugas, a falta de cabelo ou o cabelo grisalho, a maneira de andar, denunciam nossa idade, mas o amor... este é diferente. É pleno."

O relacionamento na terceira idade

Queridos amigos da revista “O lutador” é com sentimento de alegria como quando nossos netos chegam em casa, que escrevemos para vocês afim de compartilhar pensamentos e sentimentos nesta fase da vida em que nos encontramos: a terceira idade e nosso relacionamento.

 

Mudar a vida para melhor

Em setembro de 1990, participamos do Fim de Semana (FDS) do Encontro Matrimonial Mundial, vivendo uma experiência que veio, graças a Deus, mudar nossa vida para melhor; muito melhor.

Neste FDS, experimentamos o diálogo a nível de sentimentos. Que experiência! Quantos valores nos foram mostrados por aqueles casais e o sacerdote, que estavam ali compartilhando suas vidas conosco. A cada exemplo de vida, íamos nos identificando. Foi absolutamente maravilhoso.

Aprendemos que amar não é um sentimento, mas uma decisão; uma decisão que devemos tomar todos os dias. Aprendemos que o perdão é uma confirmação de nossa decisão de amar. Aprendemos que vivemos três fases em nosso relacionamento: O romance, a desilusão e o júbilo. Aprendemos que devemos aceitar o outro como ele é e nunca querer mudar o outro, porque ninguém muda ninguém. Eu é que tenho que mudar a mim mesmo.

Na época em que vivemos esta experiência, éramos jovens com tantas inseguranças e incertezas, mas o convívio com os casais e vivendo a inter-sacramentalidade com os sacerdotes, conseguimos transformar os valores em virtudes, mas nem todos os valores foram transformados em virtudes, o que nos faz perceber que nosso caminho no EMM ainda não terminou e não terminará.

 

A idade mais bela

Hoje estamos com 67 e 66 anos, entramos na terceira idade e acredito, a mais bela de todas, pois Deus nos tem dado o dom da vida e sabedoria, até o presente momento. Nosso relacionamento hoje é diferente, é mais maduro e mais tranqüilo. Nosso caminho à santidade, continua sendo percorrido com alegria e com muita esperança.

Hoje temos novos problemas e preocupações, como as doenças, o esquecimento e a debilidade física. Mas a mente, essa não, por enquanto, continua jovem e esperançosa de uma vida a dois melhor e melhor.

Magali: Tenho uma certeza absoluta: amo meu marido muito mais hoje do que no começo de nosso namoro e noivado. É um amor gostoso e tranqüilo porque ele é o número 1 da minha vida. Continuamos no EMM até hoje, compartilhando nossas vidas com outros casais, dando e recebendo amor. A luta para um melhor relacionamento, continua sendo constante através de nosso diálogo diário, aprendido no FDS.

Hoje vivemos nosso amor de casal, com a consciência de que de mãos dadas podemos Transformar o mundo, sendo luz para outros casais, incentivando-os a lutar pelo seu relacionamento e a perceber que nosso matrimônio é sagrado, uma aliança entre nós e Deus.

A idade chegou. As rugas, a falta de cabelo ou o cabelo grisalho, a maneira de andar, denunciam nossa idade, mas o amor... este é diferente. É pleno.

 

Acácio e Magali – Diocese de São Miguel Paulista - SP

e-mail: acaciomagali@yahoo.com.br

http://www.encontromatrimonial.com.br

Compartilhe este artigo:
Nome:
E-mail:
E-mail do amigo:
DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS