Destaques Igreja Hoje
09/04/2020 Robson Ribeiro Edição Nossas cruzes, como seguir o caminho do Cristo? Teólogo Leigo - Juiz de Fora (MG)  
F/ Pixabay
"Em tempo de isolamento e distanciamento social, devemos rever nossos valores e propostas de vida. "

 

Ao chegarmos a Sexta-feira Santa, é uma oportunidade para aprofundar o mistério da Paixão de Cristo. Jesus nos convoca a segui-lo, mas coloca uma imposição: “Se alguém quer vir após mim, renuncie a si mesmo, tome sua cruz e siga-me”. (Mt 16,24). Jesus alerta a todos que o seguem que, ao se dirigir até Jerusalém não será um momento de triunfo, mas um encontro com o sofrimento e a morte; mas ao terceiro dia ressuscitará.

Como encarar a vida com as nossas cruzes? Devemos largar tudo e seguir Jesus? Jesus nos exorta a caminharmos; assim, devemos observar seu testemunho, largar tudo, pegar nossa cruz e seguir. Entretanto, esta realidade pode ser difícil de compreender.

Se estivermos dispostos a largar tudo e seguir Jesus é necessário uma completa reviravolta nos nossos valores. Como podemos mudar ou o que nós devemos mudar nesta realidade?

Em tempo de isolamento e distanciamento social, devemos rever nossos valores e propostas de vida. Jesus nos apresenta a realidade de observar os outros, empenhar as nossas energias para a felicidade do nosso próximo.

Assim, devemos nos desvencilhar do egoísmo para o crescimento humano e o amadurecimento da nossa consciência e personalidade.

Jesus nos apresenta a realidade de quem o segue. Devemos ser testemunhas do seu Evangelho, mesmo quando este tem palavras duras e que não compreendemos. Nesta situação é que nossa fidelidade é colocada à prova. Diante das dúvidas e das nossas fraquezas e cruzes devemos nos colocar a escutar o próximo em uma ética da responsabilidade para mudar as pequenas relações e o mundo.

 Robson é teólogo leigo de Juíz de Fora-MG

Compartilhe este artigo:
Nome:
E-mail:
E-mail do amigo:
DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS