Variedades Poema
03/10/2019 Carminha Gouthier Edição 3916 Não ensino caminhos POEMA PARA O MÊS DE SETEMBRO
F/videoblock.com
F/videoblock.com

POEMA PARA O MÊS DE SETEMBRO

 

Não ensino caminhos

 

Carminha Gouthier

 

Ao que me pede uma palavra,

que darei,

se é de silêncios a provisão?

 

Ao que me pede silêncio,

que tenho dado

senão murmúrio de lamentos?

 

Ao que deseja itinerários,

posso acaso

entregar o segredo?

 

Ao que vai pelo mar não servem

meus barcos

cansados de enigmas!

 

Aos que viajam distâncias,

não empresto minhas asas

feridas e frágeis.

 

Não ensino caminhos,

- os meus foram feitos

de amor e espinhos.

 

 

(Do livro “Espantalho de Deus”, 1967)

Compartilhe este artigo:
Nome:
E-mail:
E-mail do amigo:
DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS