Variedades Dicas de Português
18/02/2020 Língua Brasil Edição 3920 ESTÁ-SE, CORRELAÇÃO VERBAL, SUJEITO COMPOSTO Não Tropece na Língua
F/ Pixabay
"Minha dúvida diz respeito ao uso do verbo no singular ou plural"

Não Tropece na Língua

 

ESTÁ-SE, CORRELAÇÃO VERBAL, SUJEITO COMPOSTO

 

- O contexto para o qual está-se candidatando... O "está-se" é correto? (Francisco Schoeder, São Paulo, SP)

 

Não, essa construção é considerada gramaticalmente errada, pois apresenta uma ênclise ao verbo auxiliar quando há um pronome relativo [qual] a ele anteposto, que em tese atrairia o pronome átono. Assim, a frase em questão comporta três opções corretas:

 

1 - para o qual está se candidatando

2 - para o qual está candidatando-se

3 - para o qual se está candidatando

 

A primeira é a colocação mais usada no Brasil: pronome átono solto entre os dois verbos da locução verbal (veja que a posição é a mesma, mas sem o hífen característico da ênclise, o que aliás muda a entonação). A segunda construção, com ênclise no gerúndio, é também comum. A terceira é a alternativa para a atratividade do pronome relativo qual, que como estamos vendo nem sempre prevalece quando se tem uma locução verbal.

Devo esclarecer, a propósito, que é possível usar “está-se”, mas em outra situação, por exemplo no início de uma frase:

- Está-se ficando cada vez mais exigente.

 

- Como dizemos/escrevemos: Desejou (que) vá ou Desejou (que) fosse? (Márcio Osório, Jaboatão dos Guararapes, PE)

 

Depende da situação. Se o fato ainda não aconteceu, você pode usar o presente do subjuntivo [que vá] com o pretérito na oração principal, como neste caso:

- João esteve aqui em casa ontem e desejou que você vá bem na prova amanhã.

 

Do contrário, sem tempo preestabelecido, usam-se os verbos das duas orações no pretérito:

- Ele desejou que ela fosse embora.
- Eu queria que você saísse e comprasse um dicionário.
- Sua mãe desejava que ele fosse médico em vez de enfermeiro.

 

- Minha dúvida diz respeito ao uso do verbo no singular ou plural em frase como: Todo pai e mãe tem (ou têm?) direito a... (Maria Laís Pestana, São Paulo, SP)

 

Neste caso se trata de sujeito composto, com dois núcleos ligados por E, portanto o verbo deve fazer a concordância no plural:

 

- Todo pai e (toda) mãe têm direito a saber o que está acontecendo.

(= Todos os pais e mães têm... )

- A mãe mais nova e a avó mais idosa serão homenageadas.

- Todo homem e toda mulher devem manter sua autonomia.

 

Fonte: Língua Brasil

Compartilhe este artigo:
Nome:
E-mail:
E-mail do amigo:
DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS