Variedades Dicas de Português
08/01/2020 Edição 3918 DE FESTAS E CERIMÔNIAS Não Tropece na Língua
F/ Pixabay
"Qual o significado de patrono e paraninfo em uma cerimônia de colação de grau?"

 - Gostaria de saber se na frase "Cidade de Deus é indicado para 4 oscar", como saiu em alguns jornais da Internet, está correto o emprego no singular da palavra oscar. Não seria Oscares (no plural), concordando com o numeral? (Reginaldo da Silva França, Brasília, DF)

 A palavra Oscar tem sido usada no singular por se tratar de nome próprio – e em inglês – que adjetiva um nome comum, no caso o prêmio (“Oscar prize” no original). Ou seja, no plural falamos dos prêmios Oscar. Contudo, está ocorrendo com esse termo o mesmo que aconteceu com Havana, por exemplo, que ao designar os charutos [de Havana] se tornou substantivo comum: “Fumas um havana?” Então, é possível que em português se diga dois oscars (com a mesma pronúncia do inglês) ou dois óscares (forma usada em Portugal).

Até mesmo na língua inglesa se usa o plural quando a palavra Oscar se refere a um dos prêmios individualmente, configurado em uma das estatuetas, situação em que não se faz acompanhar de um substantivo. Sempre será “the Oscar presentation, an Oscar statuette”, mas pode ser: “The annual presentation of the Oscars has become the Academy of Motion Picture Arts and Sciences’ most famous activity”, conforme site oficial da Academia.

 - Qual o significado de patrono e paraninfo em uma cerimônia de colação de grau? (G.R.O., Aracruz, ES)

- É correto utilizar o tratamento patrona e paraninfa no feminino? (K.V., Rio de Janeiro, RJ)

 Paraninfo é o padrinho de honra, é o homenageado maior da cerimônia de colação de grau. Se mulher, haverá uma PARANINFA. Patrono é o segundo homenageado, uma personalidade marcante para os formandos. O feminino de patrono, neste caso, é PATRONESSE. A mulher será então a patronesse da turma. Patrona existe, mas é o feminino de patrono nas suas demais acepções, quais sejam: advogado de defesa, protetor, fundador, padroeiro, figura tutelar de uma academia, arma ou força armada, enfim pessoa a quem se homenageia por serviços prestados.

 - Gostaria de saber se é verdade que a expressão de tratamento "senhorita" não está mais sendo usada, pois casarei em dezembro e começarei a entregar os convites de casamento em outubro, e preciso saber se a calígrafa deverá usar senhora ou senhorita para as moças solteiras. Aliás, gostaria de saber quando se deve usar senhora ou senhorita. Há limite de idade para a "senhorita"? Divorciadas são "senhoras"? Tem a ver com o fato de a mulher ser casada ou não? (Daniela Rosa)

 O vocativo senhorita é correto, sem dúvida, mas hoje em dia é realmente pouco usado em nosso país quando se trata de mulher solteira. É uma questão cultural. Lembro que quando estive no México toda mulher era chamada de “senhorita”, mesmo as casadas. Aqui no Brasil é mais uma questão de idade [senhorita é solteira jovem] e familiaridade [srta. é tratamento formal].

Mas creio que sua dúvida e necessidade se referem ao encaminhamento do convite (escrito à mão no envelope, numa letra cursiva bonita). Eis vários exemplos de como fazer isso:

- a um casal, é praxe: Sr. e Sra. Antônio Silva

ou até mesmo: Antônio Silva e Sra

- para os solteiros e divorciados, basta escrever o nome: 

Melissa Silva

Guilherme Silva

- para o casal e filhos: Antônio Silva e família

- para um casal bem amigo, dispensando-se a formalidade, pode ser apenas:

Antônio e Maria Cecília

 

A preposição “Para” antes ou acima do nome não é obrigatória em nenhum caso.

 

Compartilhe este artigo:
Nome:
E-mail:
E-mail do amigo:
DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS