Formação Família
08/01/2020 Pe. Sebastião Sant'Ana Silva, SDN   Edição 3918 Cristo Rei, os Leigos e a Família
F/ Periodista Digital
"O Reino de Deus significa, pois, o mundo sem miséria, sem divisão entre ricos e pobres, sem excluídos, sem violência, sem mortalidade infantil, sem famílias destruídas, sem corrupção, sem degradação da natureza e outros males."

 

A Festa de Jesus Cristo, Rei do Universo, no último domingo do Ano Litúrgico (24/11 em 2019), é o ponto alto do mês de novembro. Nessa solenidade, a Igreja no Brasil celebra o Dia dos Leigos, porque a missão do laicato está vinculada à difusão dos valores do Reino no mundo. E o primeiro campo da missão laical é a própria família.

Mais destaque ganhou a festa com a publicação do Documento 105 da CNBB – Cristãos Leigos e Leigas na Igreja e na Sociedade: Sal da Terra e Luz do Mundo (Mt 5, 13-14).

As novas Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (2019–2023) e os recentes eventos e celebrações de outubro – Mês Missionário Extraordinário, Semana Nacional da Vida, Sínodo da Pan-Amazônia, Santa Dulce dos Pobres, Dia Nacional da Juventude etc. – ajudaram a aprofundar a missão dos leigos como sujeitos e protagonistas da evangelização.

 

O Evangelho do Reino, a grande paixão de Jesus

O Reino foi a grande paixão de Cristo, o cerne de todo o Evangelho. O Reino de Deus é a chave de leitura do Novo Testamento, onde a expressão aparece 123 vezes, sendo 106 nos Evangelhos, das quais 90 na boca de Jesus. Ele procurou fascinar e contagiar seus seguidores, mostrando que os maiores tesouros do mundo não são nada diante do Reino de Deus.

Como identificar esse Reino inaugurado por Jesus? O prefácio da Missa de Cristo Rei mostra suas características: “um reino eterno e universal, reino da verdade e da vida, reino da santidade e da graça, reino da justiça, do amor e da paz”.

O Reino de Deus significa, pois, o mundo sem miséria, sem divisão entre ricos e pobres, sem excluídos, sem violência, sem mortalidade infantil, sem famílias destruídas, sem corrupção, sem degradação da natureza e outros males. Mundo em que todos vivam na liberdade e na alegria, como filhos e irmãos na família de Deus.  Os discípulos devem anunciar o Reino a todos os povos.

 

Passarmos pelos pobres para chegar ao Rei do Universo

Segundo o Papa Francisco "a mais digna preparação para bem viver a solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo Rei do Universo é passar pelo Dia Mundial dos Pobres, que ocorre no Domingo anterior (XXXIII Domingo do Tempo Comum)", orientou o Papa na Carta Apostólica Misericórdia et mísera, com a qual encerrou o Ano Jubilar da Misericórdia, evocando a identificação de Jesus com os mais pequenos e os pobres.

Francisco espera que o “Dia Mundial dos Pobres” ajude a cada batizado a refletir como o pobre está no centro do Evangelho. “Não podemos nos esquecer dos pobres: trata-se de um convite hoje mais atual do que nunca, que se impõe pela sua evidência evangélica”, afirma. O Papa defende que “não poderá haver justiça nem paz social” enquanto “Lázaro jazer à porta da nossa casa”. Francisco quer uma Igreja “testemunha da misericórdia”.

 

Os cristãos leigos e leigas são sujeitos e protagonistas 

O Concílio Vaticano II devolveu aos leigos sua cidadania eclesial. Os principais documentos conciliares – Lumen Gentium e Gaudium et Spes –, bem como Apostolicam Actuositatem, fundamentaram tal dignidade e consequente responsabilidade.

São Paulo VI definiu a missão dos leigos: “O espaço próprio da sua atividade evangelizadora é o mundo vasto e complicado da política, da realidade social e da economia, como também da cultura, das ciências e das artes, da vida internacional, dos meios de comunicação, e outras realidades abertas à evangelização, como o amor, a família, o trabalho profissional e o sofrimento" (EN 70.) .

Aparecida retoma Puebla no seu modo de expressar o duplo âmbito em que se realiza a missão dos leigos: são “homens da Igreja no coração do mundo, e homens do mundo no coração da Igreja”. (P 786 e DA 209.) "É urgente uma formação específica para que possam ter uma incidência significativa nos diferentes campos ...” (DA 283.)

 

Família: âmbito prioritário de comunhão e atuação dos leigos  

São Paulo VI, na Evangelii Nuntiandi, mostra que “a família deve ser o lugar onde a Igreja transmite o Evangelho e de onde o Evangelho deve se irradiar”. (EN, 71.) 

A convicção de São João Paulo II é clara: “É necessário que a evangelização passe em certo sentido através de cada família. Não foi porventura através de uma família, a de Nazaré, que o Filho de Deus quis entrar na história dos homens?” (TMA, 21.) 

“Deus quis nascer e crescer numa família humana. Deste modo, consagrou-a como caminho primário e efetivo de seu encontro com a humanidade” (Bento XVI, Ângelus, 31/12/06.)

Do Papa Francisco recebemos diariamente ensinamentos surpreendentes sobre a prioridade da família para a Igreja e a sociedade.

O Documento 105 – Cristãos Leigos e Leigas na Igreja e na Sociedade (137-138) – cita a família como primeiro âmbito de atuação do laicato.

 

Urgência da formação integral dos leigos e leigas  

A CNBB, através de suas Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (DGAE), está insistindo na formação permanente, integral, específica, para que se tenha um laicato “adulto e maduro", com formação teológica e conhecimento da Doutrina Social da Igreja.

As últimas DGAE (2019–2023) estão sintetizadas em seu Objetivo Geral: "EVANGELIZAR no Brasil cada vez mais urbano, pelo anúncio da Palavra de Deus, formando discípulos e discípulas de Jesus Cristo, em comunidades eclesiais missionárias, à luz da evangélica opção preferencial pelos pobres, cuidando da Casa Comum e testemunhando o Reino de Deus rumo à plenitude". (CNBB, Doc. 109).

Na CF 2019 – Fraternidade e Políticas Públicas – percebeu-se que há cristãos que rezam, que dão esmolas, mas não querem ouvir falar de políticas públicas, de justiça social, de promoção dos pobres. Política, arte do bem comum, é a forma por excelência de se viver a caridade, conforme ensinou São Paulo VI (OA 46).

Compartilhe este artigo:
Nome:
E-mail:
E-mail do amigo:
DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS