Destaques Igreja Hoje
11/01/2022 Rafael Luciani - Teólogo leigo da Venezuela Edição 3944 Construir um modelo institucional sinodal é o desafio da Igreja Com o pontificado do Papa Francisco, a Igreja entrou em uma nova fase de recepção do Concílio Vaticano II
F/ Religiondigital
"O caminho para a experiência da sinodalidade envolve todos nós, porque na Igreja é preciso viver da construção de relações horizontais. Isso só será possível se formos capazes de ouvir e ser honestos sobre nossa consideração das vozes daqueles que são diferentes de nós."

O chamado do Papa Francisco para construir um modelo institucional sinodal é um dos principais desafios para a Igreja deste tempo. É o que afirma Rafael Luciani, membro da equipe de reflexão teológica do Conselho Episcopal Latino-Americano - CELAM, ao analisar o momento que a Igreja vive no continente.

A chegada de um novo ano e a necessidade de continuar o caminho empreendido convidam à ação e para o teólogo venezuelano é importante entender que com o pontificado do Papa Francisco, a Igreja entrou em uma nova fase de recepção do Concílio Vaticano II .

Somam-se a isso alguns sinais emergentes que deixam claro que a Igreja latino-americana tem se preocupado em aprofundar os conceitos e propostas da eclesiologia do Povo de Deus. Um novo modelo eclesial que desde o sinodal vem dando passos importantes na análise da eficácia da tarefa pastoral da Igreja, a coerência da instituição com o momento histórico e cultural do povo; bem como suas respostas às diretrizes que na época foram propostas pela V Conferência Geral do Episcopado Latino-Americano e Caribenho e que mesmo a partir da mesma opinião do Papa Francisco pode gerar mais processos e frutos dentro da Igreja ministerial e das comunidades.

Disposto a encorajar a sinodalidade

Nesse sentido, Rafael Luciani fala sobre como o clamor do povo de Deus motivou uma séria reflexão sobre a necessidade de empreender uma renovação da Igreja continental , gerando processos como a reestruturação do Conselho Episcopal Latino-Americano, órgão voltado para a promovendo laços de colegialidade à luz da sinodalidade. No mesmo caminho está a recente criação da Assembleia Eclesial para a Amazônia (CEAMA) , já erigida canonicamente e em cujo modelo se uniram leigos, leigos, religiosos, religiosos, sacerdotes e organizações presentes no território para discernir e encontrar o caminho em unidade. Não esquecendo que no final de 2021 a realização da Assembleia eclesial. Feita a partir do presencial e virtual, provou que é possível para todos os fiéis se escutarem além das formas de consagração, cargos e títulos, pois o objetivo é discernir juntos, visualizar prioridades e fazer as correspondentes decisões, tarefa que também foi avançada através de sínodos diocesanos e conselhos plenários, organizados pelas Igrejas particulares do continente e que certamente continuará em 2022.

Reconhecer a alteridade

Dessa forma, o pesquisador reiterou que o caminho para a experiência da sinodalidade envolve a todos nós, pois na Igreja é preciso viver da construção de relações horizontais, dispostos a acolher e valorizar a participação do outro, pressupondo que cada um tenha algo a contribuir, pois, a partir da construção teórica ou pastoral, completamos a missão do outro.

Claro que isso só será possível se soubermos ouvir e ser honestos sobre a consideração que fazemos das vozes daqueles que são diferentes de nós , ou seja, superar relações de superioridade e subordinação com os outros, seja porque pertencem a minorias étnicas tradicionalmente excluídas, como povos indígenas ou comunidades afro, ou pertencentes a grupos sujeitos ao julgamento social, como comunidades LGTBI, mulheres, seminaristas ou jovens leigos. Escutar isso é fruto da conversão e não como concessão, porque no fundo se trata de entender que todos somos capacitados pelo Espírito para dar vida aos seus dons na partilha com os outros e na construção da Igreja cabe a todos nós.

O teólogo Rafael Luciani fala sobre alguns desafios para a Igreja na América Latina e no Caribe depois de viver como Assembleia Eclesiástica. 

 

Fonte: Religion Digital

Trad.: DM

Leia também:
5. Uma nova espiritualidade
4. Uma nova visão de nós mesmos

3. Uma nova visão do mundo

2. Adotar uma nova Cosmologia

1. Superar o ambientalismo

Nasce a
 fundação Sacalabriniana
As mulheres na Igreja e o diaconato feminino
Reconstruir a vida e a sociedade com saúde para todos

Para a Paz em 2022

Sinodalidade e Missão da Igreja

Espírito Renovado

22 missinários mortos em 2021

Solidariedade aos atingidos pelas enchentes

Senso Moral na pós-verdade

Jesus x Papai Noel: uma reflexão necessária

Desmond Tuto: um grade guerreiro da justiça

Sexualidade e amor conjugalIncômoda mensagem de natal
Bendito o fruto do teu ventre...

Ecos e perspectivas da Assembleia Eclesial

Os gritos dos excluídos, porque incomodam...

A dor do suicídio

Enfrentamento ao tráfico humano

Assembleia Eclesial, grande avanço

Acesse este link para entrar nosso grupo do WhatsApp: Revista O Lutador Você receberá as novas postagens da Revista O Lutador em primeira mão.

Compartilhe este artigo:
Nome:
E-mail:
E-mail do amigo:
DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS