Variedades Dicas de Português
17/01/2020 F/ Língua Brasil Edição 3919 ÀS EXPENSAS E OUTROS CASOS DE CRASE
F/ Pixabay
"Por que dizemos "ir ali" ao invés de "ir àli" (a ali)? (Gustavo Lacerda, Curitiba, PR)"

 

 

 

- É correto escrever: A contratada deve refazer os serviços as expensas da empresa? Qual é o certo: A contratada deve refazer os serviços às expensas suas ou às expensas próprias? (Maria Luiza, Rio de Janeiro, RJ)

 

No primeiro caso é incorreto escrever “as expensas” (sem acento de crase), pois a expressão comporta ou apenas a (simples preposição) ou às, à semelhança da locução “às custas de”:

 

- A contratada deve refazer os serviços às expensas da empresa.
- Ele vive a expensas da mulher.
- Ao sair de casa, quando completou a maioridade, João começou a viver a suas expensas.

- Oferecemos a hospedagem, mas as refeições correm às suas expensas.

 

Também é possível falar às próprias expensas. E ainda se pode inverter a ordem das palavras nesta locução: “vive a expensas suas” ou “vive às expensas suas, às expensas próprias”.

 

- Por que na frase: o prêmio foi entregue à quem menos merecia, usa-se crase e na frase: o prêmio foi dado a quem não merecia, não se usa? (Jaciene Nascimento, Nilópolis, RJ)

 

Em nenhuma das frases apresentadas é correto o uso da crase. A grafia certa é: 1. O prêmio foi entregue a quem menos merecia e 2. O prêmio foi dado a quem não merecia. Diferente seria: O prêmio foi entregue àquele que menos merecia, em que a palavra grifada está por “a aquele = para aquele”.

 

- Consulta sobre o emprego da crase. Estaria correta a frase “Boa noite à todos”? Por quê? (Gildete da Silva Cordovil, Rio de Janeiro, RJ)

 

O correto é sem o acento – mesmo quando o pronome estiver no feminino:

BOA NOITE A TODOS

BOA NOITE A TODAS

 

Isso porque todo e toda, pronomes indefinidos, não são determinados pelo artigo. E como se sabe, a crase é o processo de junção da preposição A como o artigo definido A.

 

- Por que dizemos "ir ali" ao invés de "ir àli" (a ali)? (Gustavo Lacerda, Curitiba, PR)

 

Escreve-se “vou ali", sem acento, porque não existe a ocorrência de "a + ali". O verbo ir pode ser usado de várias maneiras (só no Dicionário de Regência, de Celso Luft, ele ocupa mais de uma página) e uma delas é como intransitivo: verbo ir + advérbio (locativo). Neste caso, não há a incidência da preposição A. Seguem alguns exemplos: "Queremos ir ali agora. Vou lá, sim. Vamos para lá. A listagem do material necessário vai em anexo, conforme solicitado. Vai abaixo a nominata. Ele sempre ia na frente”.

 

- Relatório referente à compra solicitada... favor informar se existe crase após referente. E o porquê. (Cida Parra, São Paulo, SP)

 

Sim, o correto é escrever referente à compra solicitada. A razão é que referente a forma uma locução na qual o A é uma preposição (veja o masculino: referente ao prazo solicitado) e o substantivo compra está determinado pelo artigo definido A.

 

Fonte: Língua Brasil

Compartilhe este artigo:
Nome:
E-mail:
E-mail do amigo:
DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS