Roteiros Pastorais Roteiros Catequéticos
06/06/2019 Ir. Martha e Sirlei Edição 3913 A vivência do amor é sinal do Reino 14/06/2019 14 de junho de 2019
F/ Fano
"Vai e faze o mesmo"
  1. A vivência do amor é sinal do Reino  (14/06)

Objetivo: Ajudar a perceber que o amor de Jesus Cristo é totalmente gratuito.

Material: Bíblia, figuras que ilustrem o amor entre as pessoas.

 

1 – Ver (a realidade)

- Dinâmica: a) O catequista acolhe as crianças com a saudação: "A paz de Jesus Cristo esteja com vocês". As crianças respondem: O Reino de Deus chegou para nós".

  1. b) Comentar: Onde está Jesus Cristo, aí está o Reino de Deus. Ele é bom, é justo, é misericordioso... E nós que nos chamamos Maria Cristo, João Cristo, Luiz Cristo... o que fazemos? Agimos como o Cristo?
  2. c) Analisar e refletir o canto:
  3. Seu nome é Jesus Cristo e passa fome. E grita pela boca dos famintos; e a gente quando vê passa adiante, às vezes, pra chegar depressa à igreja. / Seu nome é Jesus Cristo e está sem casa e dorme pelas beiras das calçadas; e a gente, quando vê, aperta o passo e diz que ele dormiu embriagado. / Entre nós está e não o conhecemos. Entre nós está e nós o desprezamos.

 

- Experiência de Vida: Contar a história.

Dona Margarida agiu como "Margarida Cristo" para o seu esposo Manoel. Eles viviam financeiramente bem com o próspero comércio de arroz em Cuiabá. O esposo a deixou sem nada. Gastou o que possuía em bebidas, jogo e farras. Por fim adoeceu de câncer e ficou morrendo "à míngua", passando mil e uma privações. Dona Margarida soube da triste situação do esposo ingrato. Procurou-o e cuidou dele com muito carinho até a morte.

 

2 – Iluminar (Ensinamentos de Jesus)

Canto: para aclamar a Palavra

Leitura: Lucas 10, 25-37

- Pedir os catequizandos para ler na sua Bíblia e depois recontar a história com a ajuda do catequista.

 

Perguntar:

  1. a) O que precisamos fazer para herdar a vida eterna?
  2. b) Quem é o próximo da história que Jesus contou?
  3. c) O que fez aquele que teve compaixão do homem ferido?
  4. d) Hoje, quem pratica a misericórdia?

 

Para Refletir

O doutor da lei, de quem fala no início deste Evangelho, foi uma pessoa que veio a Jesus para colocar obstáculos no caminho de Jesus. Mas Jesus mostra que quem pratica o amor não leva em conta barreiras de raça, de religião, de nação ou de classe social. O amor misericordioso vê a pessoa. É sensível às necessidades da pessoa, quer a sua vida. A misericórdia leva a pessoa a sair de si, deixar o seu egoísmo e ir ao encontro do outro. Com a história do samaritano Jesus mostra como ser próximo do outro. O samaritano tem a experiência de ser marginalizado. Ele se compadeceu e expressou a sua compaixão em gestos de solidariedade.

 

Guardar no coração: "Vai e faze o mesmo".

3 – Celebrar

- Oração: Fazer silêncio e rezar pelas pessoas conhecidas da comunidade que passam fome, estão doente, não conhecem Jesus, são marginalizados, desempregados, analfabetos, sem casa...

 

4 – Agir (a realidade nos convoca para...)

- Compromisso: Combinar com os pais como ajudar uma pessoa necessitada.

- Dar um abraço de despedida aos colegas e à catequista dizendo um para o outro: “Seja bom para com todos!”.

- Final: Rezar o Pai Nosso e Ave Maria. Terminar o encontro com um canto alegre.

Compartilhe este artigo:
Nome:
E-mail:
E-mail do amigo:
DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS