Formação Bíblia
20/02/2020 Pe. Jaldemir Vitório, SJ Edição 3921 A espiritualidade evangélica a partir do evangelho de Mateus A espiritualidade evangélica a partir do evangelho de Mateus Contemplando Jesus como líder 2/2
f/ churchofjesuschrist
"Não há profeta sem honra , exceto em sua pátria e em sua casa (Mt 13,57) "

A espiritualidade evangélica a partir do evangelho de Mateus

Contemplando Jesus como líder 2/2

Pe. Jaldemir Vitório, SJ*

(A primeira parte deste artigo foi publicada na edição de janeiro 3920, p. 14-15)

 

6o passo – a liderança com autoridade :

“ Quem é este , a quem até os ventos e o mar obedecem?”  (Mt 8,27)

  1. a) o autoritarismo pode ser um defeito da liderança , mas também a insegurança ;
  2. b) Jesus soube exercer a liderança com autoridade , mas sem autoritarismo ;
  3. c) na raiz da autoridade , está a consciência de se saber servidor de Deus e dos demais ;
  4. d) na raiz do autoritarismo , encontra-se uma espécie de exacerbação do próprio eu , inflado por uma falsa consciência de si ;
  5. e) a autoridade , exercida com mansidão e humildade , de forma alguma, abre espaço para o líder ser tratado com desrespeito pelos liderados.

 

7o passo – a liderança para a prática do bem :

“Deu-lhes poder para expulsar os espíritos impuros e para curar qualquer doença ou enfermidade ” (Mt 10,1)

  1. a) o líder tem toda autoridade para fazer o bem aos demais;
  2. b) nenhuma autoridade lhe é dada para fazer o mal ou coisas que possam prejudicar os liderados;
  3. c) a liderança evangélica, a exemplo de Jesus, está toda voltada para o serviço da vida e da libertação ;
  4. d) a liderança evangélica tem o poder de criar uma sociedade distinta, onde todos os líderes estão a serviço da criação de um mundo de fraternidade e de justiça;
  5. e) o líder cristão que não se importa quando está fazendo o mal, de fato, rompeu com o projeto cristão e nada tem a ver com Deus e seu Reino.

 

8o passo – a liderança equivocada:

“Dize que estes meus dois filhos se assentem um à tua direita e o outro à tua esquerda, no teu Reino” (Mt 20,21)

  1. a) Jesus defrontou-se com pessoas que quiseram dar-lhe ordem e dizer como deveria agir ;
  2. b) equivoca-se o líder que dá ordem sem saber o que está mandando, sem ter consciência da gravidade de sua ação;
  3. c) equivoca-se, também, quem usa a liderança para se promover, que está em busca de grandeza;
  4. d) equivoca-se, igualmente, quem pensa poder dar-se ares de grandeza, buscando estar ao lado dos grandes deste mundo;
  5. e) em geral , quem se equivoca no exercício da liderança tende a tiranizar os demais .

 

9o passo – a liderança contaminada:

“ Cuidado , tomai cuidado com o fermento dos fariseus e dos saduceus!” (Mt 16,6)

  1. a) é comum um líder cair na tentação de seguir o mau exemplo alheio;
  2. b) Jesus advertiu os discípulos , tentados a serem líderes nos moldes dos escribas e fariseus ;
  3. c) Mt 23 contém orientações bem precisas de Jesus, quanto à necessidade de não se deixar influenciar pela mentalidade dos escribas e fariseus . Jesus falou forte;
  4. d) Jesus quis implantar um modo diferente de ser líder ; porém , ao longo dos séculos, os discípulos nem sempre foram capazes de se manter fieis aos ensinamentos do Mestre;
  5. e) as consequências de uma liderança contaminada são facilmente perceptíveis, por exemplo , na VR, sendo fonte de inúmeros e inúteis sofrimentos.

 

10o passo – a liderança contestada:

“Não há profeta sem honra , exceto em sua pátria e em sua casa” (Mt 13,57)

  1. a) nenhum líder verdadeiro tem a pretensão de receber o reconhecimento e o aplauso das pessoas ; antes , conta com rejeições e críticas;
  2. b) muitos bons líderes acabaram por se desanimar, ao se defrontarem com alguma crítica;
  3. c) só é capaz de suportar críticas quem tem uma personalidade sólida; portanto , quem tem uma personalidade frágil e insegura está incapacitado para o exercício da liderança ;
  4. d) o verdadeiro líder cristão é capaz de seguir em frente com firmeza se tiver consciência do exercício da liderança e da autoridade como missão;
  5. e) Jesus foi um exemplo de como se comporta um líder rejeitado e perseguido até a morte de cruz ; nada disto foi suficientemente forte para desviá-lo do caminho traçado pelo Pai .

 

 

Refletindo:

Olhe para Jesus e, depois , para si mesmo e para a sua comunidade , tentando ver como os ensinamentos de Jesus tem sido postos em prática.

Perguntar-se: a liderança tem sido exercida de maneira evangélica? A condição de discípulos de Jesus transparece no seu exercício de liderança?

 

* Professor Emérito da Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia - BH

Compartilhe este artigo:
Nome:
E-mail:
E-mail do amigo:
DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS