Variedades Extras
12/10/2021 Dione Afonso | PUC Minas Edição 3941 A Cultura do Cuidado como percurso de Paz Reflexos do Jubileu de Bom Jesus de Manhumirirm-MG
F/ Andressa Aguiar by Facebook Santuário Do Bom Jesus
"O cuidado através da solidariedade exprime o amor pelo outro de maneira concreta, não como um sentimento vago, mas como 'a determinação firme e perseverante de se empenhar pelo bem comum, ou seja, pelo bem de todos e de cada um, porque todos nós somos verdadeiramente responsáveis por todos'."

O Jubileu do Senhor Bom Jesus do Manhumirim, propiciou para os fiéis presentes e internautas, durante os dias de celebração, de 07 a 14.09, a reflexão, aprofundada, sobre a Cultura do Cuidado, desenvolvida pelo Papa Francisco. Foi a mensagem do início de ano dirigida aos Chefes de Estado e de Governo, aos responsáveis das Organizações Internacionais, aos líderes espirituais e fiéis das várias religiões, aos homens e mulheres de boa vontade. Ele tratou do tema sob vários aspectos.

Em cada dia do Jubileu se deu a reflexão de parte do texto:

1º. Dia (07.09) Deus Criador, origem da vocação humana ao cuidado

2º. Dia (08.09) O cuidado no ministério de Jesus

3º. Dia (09.09) O cuidado como promoção da dignidade e dos direitos da pessoa

4º. Dia (10.09) O cuidado do bem comum

5º. Dia (11.09) O cuidado através da solidariedade

6º. Dia (12.09) O cuidado e a salvaguarda da criação

7º. Dia (13.09) Não há paz sem a cultura do cuidado

8º. Dia (14.09) Para educar em ordem à cultura do cuidado

 Com o Bom Jesus construindo a cultura do cuidado!

O Cuidado inicia-se com a Criação. O Criador manteve um cuidado especial com tudo que criou. A obra-prima da Criação foi o ser humano. A cada ato da criação, ela era contemplada e reconhecida como uma coisa boa. Ao final, Deus viu o que havia feito, e tudo era muito bom e descansou (Gn 1,31-2,1).

“A Sagrada Escritura apresenta Deus, além de Criador, como Aquele que cuida das suas criaturas, em particular de Adão, Eva e seus filhos.” Assim, os seres humanos são chamados a manter o mesmo Cuidado com tudo, como o  próprio Criador.

Na Encarnação de Jesus, vamos encontrá-lo no exercício do ministério do cuidado. Na sua compaixão, Cristo aproxima-se dos doentes no corpo e no espírito e cura-os; perdoa os pecadores e dá-lhes uma nova vida. Jesus é o Bom Pastor que cuida das ovelhas (cf. Jo 10,11-18; Ez 34,1-31); é o Bom Samaritano que Se inclina sobre o ferido, trata das suas feridas e cuida dele (cf. Lc 10,30-37).

Os seguidores de Jesus também desenvolveram a cultura do Cuidado. Os Atos dos Apóstolos registram o cuidado dos primeiros cristãos com a vivência da fraternidade. Praticavam a partilha para não haver entre eles alguém necessitado (cf. At 4,34-35) e esforçavam-se por tornar a comunidade uma casa acolhedora, aberta a todas as situações humanas, disposta a ocupar-se dos mais frágeis.

A Igreja, ao longo dos anos, teve sua ação marcada com a base na cultura do cuidado. A caridade operosa de tantas testemunhas da fé, tornou-se o coração pulsante da doutrina social da Igreja, proporcionando a todas as pessoas de boa vontade um precioso patrimônio de princípios, critérios e indicações, donde se pode haurir a «gramática» do cuidado: a promoção da dignidade de toda a pessoa humana, a solidariedade com os pobres e indefesos, a solicitude pelo bem comum e a salvaguarda da criação.

O cuidado deve estar presente como promoção da dignidade e dos direitos da pessoa e, consequentemente, com o bem comum. Cada aspecto da vida social, política e econômica encontra a sua realização, quando se coloca ao serviço do bem comum, isto é do «conjunto das condições da vida social que permitem, tanto aos grupos como a cada membro, alcançar mais plena e facilmente a própria perfeição».

O cuidado através da solidariedade exprime o amor pelo outro de maneira concreta, não como um sentimento vago, mas como «a determinação firme e perseverante de se empenhar pelo bem comum, ou seja, pelo bem de todos e de cada um, porque todos nós somos verdadeiramente responsáveis por todos».

A promoção da cultura do cuidado requer um processo educativo. Alguns exemplos são citados pelo Santo Padre. A educação para o cuidado nasce na família, núcleo natural e fundamental da sociedade, onde se aprende a viver em relação e no respeito mútuo. Sempre em colaboração com a família, outros sujeitos são encarregados da educação como a escola e a universidade e analogamente, em certos aspetos, os sujeitos da comunicação social.

As religiões em geral, e os líderes religiosos em particular, podem desempenhar um papel insubstituível na transmissão aos fiéis e à sociedade dos valores da solidariedade, do respeito pelas diferenças, do acolhimento e do cuidado dos irmãos mais frágeis.

Enfim, a cultura do cuidado, enquanto compromisso comum, solidário e participativo para proteger e promover a dignidade e o bem de todos, constitui um caminho privilegiado para a construção da paz.

Ao final, o Papa Francisco exorta que devemos colaborar e participar, todos juntos, da construção do futuro de um novo horizonte de amor e paz, de fraternidade e solidariedade, de apoio mútuo e acolhimento recíproco, para formar uma comunidade feita de irmãos que se acolhem mutuamente e cuidam uns dos outros.

 Leia também:
Sínodo da Sinodalidade, grande consulta que pode mudar a Igreja
CEBs e Sinodalidade

Assembleia Eclesial: um sopro do Espírito

Assembleia Eclesial, uma novidade...

Lançamento da SIREPAM

Domingo do Palavra

Risco de instrumentalização do Cristianismo
Migração e povos indígenas

Poesia: o teu olhar

A vida não é mercadoria...

Redação: "Pátria Madrasta Vil"

O risco de instrumentalização do Cristianismo

Missão, Palavra, Serviço e Cuidado com a Criação

Manual Oficial para o Sínodo Bispos

Material para a V Jornada Mundial dos pobres

Ousadia para inculturar a fé e a espiritualidade
Trazer a verdade do que acontece

Pablo Richard: Força espiritual da Palavra de Deus

Somos um em Cristo Jesus

Na força da Eucaristia: XVII Capítulo Geral Sacramentino


Acesse este link para entrar nosso grupo do WhatsApp: Revista O Lutador Você receberá as novas postagens da Revista O Lutador em primeira mão.
 

 

Compartilhe este artigo:
Nome:
E-mail:
E-mail do amigo:
DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS