Formação Espiritualidade
08/04/2020 Frei Inácio José do Vale Edição A CRUZ É FATOR DE FELICIDADE
F/ Pixabay
"Nela não há nenhum sentido patológico e escravocrata. Há sim, remissão, libertação, salvação e a radicalidade do amor"

 

A Cruz é fator de profunda sensibilidade, felicidade, fidelidade e de gozo eterno pela aceitação do Cordeiro imolado nela. A sua negação é o fator de incompreensão, injustiça e de perdição eterna. Ela não acolhida é a rejeição e a indiferença para com Deus e para o próximo.

A Cruz de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo é o fundamento da nossa comunhão com o mistério da Santíssima Trindade, da caridade com o nosso semelhante e o cuidado pelo nosso Planeta. Somos reconciliados com Deus pela obra da Cruz (Cf. Ef 2, 16). A nossa glória é a Cruz de Cristo (Gl 6,14).

Não existe um acontecimento na história da humanidade que tanto impactou o mundo como o sacrifício de Jesus Cristo na Cruz do Calvário. A encenação da sua Paixão é realizada de forma colossal e a mídia se encarrega de propagar no mundo inteiro. Por várias modalidades é conhecido mundialmente a Semana Santa. Personagens como Maria, Pedro, Judas, Pilatos, Herodes, Barradás, Anás e Caifás são partícipes desse triste e glorioso acontecimento. Jerusalém, Palestina, Grécia, Roma, Rússia, Inglaterra e o Brasil (está a maior nação católica do mundo), são regiões que fazem parte da fé cristã, algumas são sedes de igrejas cristãs e são palcos de missionaridade da Cruz de Cristo. 

O cristianismo é a religião da Cruz. Nela não há nenhum sentido patológico e escravocrata. Há sim, remissão, libertação, salvação e a radicalidade do amor ao bom Deus e ao nosso semelhante. A revelação dela é de uma profundidade oceânica. Não se pode entender de forma racional e preconceituosa, por que dessa maneira torna-se  incompreensível e inaceitável. Toda miserabilidade humana tem um fim nela que pela graça de Deus restaura, justifica e purifica a alma pelo sangue vertido do Cordeiro imaculado no monte Calvário. Pela pedagogia da santíssima fé temos reverência, devoção ao sagrado pelo mistério da Santa Cruz.

A Cruz é a vitória sobre todo império da morte e de todo poder destruidor. Ela é a razão que dá sentido a vida e a verdade que livra o ser humano de todo engano diabólico. Não há vida sem Cruz e sem ela não haveria ressurreição. Nascemos, vivemos, morremos e ressuscitaremos para felicidade eterna, todavia, graças a Cruz de Nosso Senhor e Redentor Jesus Cristo.

Frei Inácio José do Vale

Professor e conferencista

Sociólogo em Ciência da Religião

Fraternidade do Bem-aventurado Charles de Foucauld

E-mail: pe.inacio.jose@gmail.com

Compartilhe este artigo:
Nome:
E-mail:
E-mail do amigo:
DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS