Destaques Sociedade
22/01/2021 Antônio Carlos Santini Edição 3932 A ciência tenebrosa?!
F/ Pixabay
"É um fato que a humanidade deve muito à ciência. Basta lembrar os benefícios derivados da descoberta de antibióticos, a proteção proporcionada pela vacina Sabin e a possibilidade de cirurgias que os anestésicos oferecem."

Antônio Carlos Santini

 Em tempos de pandemia, espalha-se uma onda de suspeitas acerca das vacinas produzidas pelos laboratórios farmacêuticos. Como quase todo medo, há um fundo irracional nesta reação. Mas não podemos deixar de fazer interrogações acerca dessa suspeita. Por que a massa desconfia da ciência?

É um fato que a humanidade deve muito à ciência. Basta lembrar os benefícios derivados da descoberta de antibióticos, a proteção proporcionada pela vacina Sabin e a possibilidade de cirurgias que os anestésicos oferecem.

Mas a mesma folha tem no verso uma página obscura. Foi a ciência que parturejou a bomba atômica lançada sobre Hiroshima e Nagasaki. Foram cientistas que colaboraram com o III Reich e cometeram as conhecidas atrocidades dos experimentos nazistas: prisioneiros utilizados como cobaias em técnica de congelamento, inoculados com doenças contagiosas para testes de sorologia, produção de gases para eliminação de deficientes, ciganos e judeus.

Foram cientistas que usaram hormônios como dopping em atletas da Alemanha Oriental, produzindo recordes (a curto prazo) e cânceres (a longo prazo). É à ciência que devemos a “pílula do dia seguinte”, abortivo responsável pela eliminação de milhões de embriões em todo o planeta. São estudiosos da ciência médica que recebem seu diploma e, a seguir, dedicam-se a ganhar dinheiro como abortistas.

Cada dia mais, o cientista se vê interrogado sobre os limites da ciência, confrontado com as tentações do lucro, do sucesso e do pragmatismo. Financiado por macroempresas farmacêuticas – autênticos polvos do capitalismo selvagem – o pesquisador nem sempre mantém os olhos fixos nos “fins” da ciência, e essa ausência de uma teleologia humana pode transformar os homens da ciência em predadores temíveis.

Documento da Pontifícia Academia para a Vida [1999] assim reflete o assunto: “Nos últimos anos, impôs-se com força a questão do uso das novas biotecnologias para fins ligados à agricultura, à zootecnia, à medicina e à proteção do ambiente. As novas possibilidades oferecidas pelas atuais técnicas biológicas e biogenéticas suscitam, de um lado, esperanças e entusiasmos e, de outro, alarme e hostilidade. As aplicações das biotecnologias, sua liceidade do ponto de vista moral, suas consequências para a saúde do homem, seu impacto sobre o ambiente e sobre a economia, constituem objeto de estudo aprofundado e de vívido debate. Trata-se de questões controversas que envolvem cientistas e pesquisadores, políticos e legisladores, economistas e ambientalistas, produtores e consumidores. Os cristãos não são indiferentes a estas problemáticas, cônscios da importância dos valores em jogo”.

Enfim, quando a sociedade estiver convencida da responsabilidade ética dos cientistas e pesquisadores, provavelmente a desconfiança popular será substancialmente reduzida. E as vacinas serão sempre bem-vindas...

 

Leia também:
O trumpismo se infiltrou na Igreja católica dos EUA
Ser profundo sem perder a simplicidade
Um bispo que escuta os pequenos
O legado de Francisco
Carta Apostólica Patris Corde
O ano de São José
Rede brasileira de fé e política

Os Ricos e a solidão

Em defesa das populações ameaçadas

Pela unidade dos cristãos
Dom e profetismo
Sementes de um mundo novo
Piracema: força de vida e esperança
Os warao e a Fratelli Tutti

Missionário Incansável

O Som da cor e as sementes da coragem

Tornamo-nos aquilo que escolhemos, para o bem ou o mal

Existem padres na Amazônia?
“Nossa vida está sempre por um fio”
Consciência negra com D. José Maria Pires
Contra o racismo, a favor da vida para todos

 Acesse este link para entrar nosso grupo do WhatsApp: Revista O Lutador Você receberá as novas postagens da Revista O Lutador em primeira mão.

 

Compartilhe este artigo:
Nome:
E-mail:
E-mail do amigo:
DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS