Roteiros Pastorais Tudo em família
19/12/2019 Antônio Carlos Santini Edição 3917 A boa genética TUDO EM FAMÍLIA (70)
F/Pixabay
F/Pixabay
"Deus subordina sua ação à dos esposos, comenta Jacques Leclercq, porque espera, para criar a alma, que os pais tenham preparado na sua união o germe de que a alma fará um ser humano."

TUDO EM FAMÍLIA (70)

A boa genética

 

  1. Coisas que acontecem

Fim de ano, reuniu-se a família para celebrar o Natal: os avós, os filhos e os netos. Os jovens organizaram uma espécie de “amigo oculto”. Cada um recebeu o nome do familiar a quem deveria entregar um cartão de Natal de sua própria criação. A neta universitária elaborou um cartão todo enfeitado, onde escreveu: “, muito obrigado pela boa genética, por me instruir no caminho do Senhor e por todo o seu amor”.

A mensagem valorizava algo que muitas vezes fica esquecido: os pais passam para filhos e netos uma “genética”, que abrange aspectos físicos, mentais e espirituais. Isto deveria servir de motivação para os casais cuidarem de si mesmos em vista dos futuros descendentes.

 

  1. Pensando juntos

As escolas recebem alunos com deficiências motoras e neurológicas que se explicam pelo alcoolismo dos pais. O noticiário fala de crianças recém-nascidas que já manifestam síndrome de abstinência porque as mães usavam drogas durante a gravidez. Tais fatos apontam que muitos pais ignoram a dignidade de seu papel como transmissores de vida.

Ao gerar filhos, a pessoa humana colabora com Deus criador mais do que em qualquer outra atividade humana. De certo modo, “Deus subordina sua ação à dos esposos, comenta Jacques Leclercq, porque espera, para criar a alma, que os pais tenham preparado na sua união o germe de que a alma fará um ser humano; e a alma fará do germe um ser humano no momento em que os esposos o formem pela sua união de amor”.

 

  1. Para uma reunião de casais

- Você percebe em si mesmo os traços herdados dos pais e avós? Percebe as influências positivas que recebeu de seus antepassados? Já manifestou gratidão por isso?

- Durante o namoro e o noivado, você recebeu algum tipo de formação sobre sua responsabilidade como futuro transmissor da vida?

- Em seu lar, os filhos estão recebendo a formação cristã essencial para que levem a sério sua missão de futuros pais e mães?

- Participa de algum grupo de casais? Já pensou em participar?

Compartilhe este artigo:
Nome:
E-mail:
E-mail do amigo:
DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS