Roteiros Pastorais Palavra de Vida
17/10/2020 Antônio Carlos Santini Edição 17/10/2020 – Sinagogas, magistrados e autoridades... (Lc 12,8-12)

PALAVRA DE VIDA

17/10/2020 – Sinagogas, magistrados e autoridades... (Lc 12,8-12)

            Sim, houve um tempo em que os tribunais civis e eclesiásticos se confundiam. Mas foi uma exceção. De modo geral, desde o iníquo julgamento de Jesus Cristo, o cristão tem comparecido aos tribunais na qualidade de réu.

            E é disto que Jesus nos fala neste Evangelho: “Quando vos conduzirem às sinagogas, magistrados e autoridades...” Não se trata de uma hipótese, mas de uma certeza: há de acontecer, sem dúvida. Ao mesmo tempo que o Senhor anuncia esta etapa indispensável na vida do cristão autêntico, ele também garante para nós a assistência do Espírito Santo, nosso Advogado de defesa e Mestre interior: “Ele vos ensinará o que deveis dizer”.

            A história da Igreja registra uma inumerável multidão de fiéis que foram perseguidos, caçados, presos, torturados e condenados à morte. Ainda nos textos do Novo Testamento, lemos as prisões e os julgamentos de Pedro (At 4,3; 5,17), de Estêvão (At 6,12) e de Paulo (At 16,22ss; 21,33; 28,16).

Nos séculos seguintes, até bispos e papas foram perseguidos. Ocorreu assim com o Papa Pio VII, preso pelas forças de Napoleão Bonaparte em 20/02/1798, e arrastado para Siena, Certosa e Valence, onde morreu em 29/08/1799, aos 81 anos de idade. Antes de morrer, perdoou seus perseguidores.

            O ódio anticristão feriu também a fiéis de outras denominações, como o pastor luterano Dietrich Bonhoeffer, que se opôs corajosamente ao nazismo de Hitler, sendo preso e condenado à morte em 9 de abril de 1945.

            Os regimes comunistas perseguem implacavelmente os cristãos. Mons. Van Thuan, Arcebispo de Saigon, no Vietname, escreve sobre seu cativeiro: “No cárcere, não pude levar comigo a Bíblia. Então, ajuntei todos os pedacinhos de papel que encontrei e fiz uma minúscula agenda, na qual transcrevi mais de 300 frases do Evangelho. Este Evangelho reconstruído e reencontrado ficou sendo o meu vade-mécum cotidiano, o meu escrínio precioso para obter força e alimento através da lectio divina.” Mais uma vez, o Espírito sustentava a Igreja.

            Em nossos dias, multiplicam-se os mártires cristãos em todos os quadrantes do planeta, em uma escala até então impensada. Nas regiões onde há minorias cristãs, a perseguição se acentua sempre mais, com linchamentos, estupros, templos e centros sociais incendiados, provocando um crescente êxodo de cristãos para outros países. Jesus avisou que seria assim...

Orai sem cessar: “O Senhor está comigo, nada temo;

                                 que pode um homem contra mim?” (Sl 118,6)

Texto de Antônio Carlos Santini, da Comunidade Católica Nova Aliança.

Compartilhe este artigo:
Nome:
E-mail:
E-mail do amigo:
DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS