Variedades Família Julimariana
25/05/2020 Irmã Josely Miranda Edição 3924 15 Anos Cultivando a Vida Centro de Vida Irmã Maria Consolata:
F/ Cordimarianas
"Esta obrazinha pequenina entre as pequeninas, nasceu na humildade, na pobreza, sem apoio de ricos, nem de poderosos, nasceu forte de um pai fraco e miserável, por que  a mãe é forte e essa obra é toda dela."

Nada é mais bonito do que Agradecer. Esse ano de 2020 o Centro de Vida IRMÃ MARIA CONSOLATA, obra social da Congregação das Filhas do Coração Imaculado de Maria celebra seus 15 anos de existência em solo Caucaiense. Este querido Centro nasceu de um sonho, um sonho que brotou vida nova.  Suas origens remontam ao ardor missionário de Irmã Maria Consolata, ( em memória), quando criou o GRUPO da UJEC – União dos Jovens Estudantes de Caucaia - CE, que, aos poucos foi caminhando, construindo sua sede, realizando seus objetivos.

Assim, no dia 10 de junho de 2004 – Festa de Corpus Christi - nossa querida Ir. Disterro Rocha, Superiora Geral, na época, foi inspirada em REVITALIZAR a antiga UJEC em favor da vida ameaçada.  Com toda esta garra o “MENINO” foi se gestando e, no dia 1° de maio de 2005, dia de São José Operário, o seu nascimento foi consagrado. Nascia a obra social Cordimariana, tendo como objetivo geral: promover a formação humano-espiritual em defesa da vida ameaçada, para resgatar a dignidade dos empobrecidos(as) do Bairro Pe. Júlio Maria e adjacentes. Com o seu objetivo geral nascem os específicos: Favorecer a inclusão social; oportunizar condições de trabalhar a autoestima; desenvolver capacidades artísticas e despertar profissional, de modo que os leve a um protagonismo pessoal e comunitário.   

Tenho como missão coordenar essa obra levando adiante o legado de nossa fundadora Irmã Maria Consolata de cuidar da vida ameaçada. Aqui temos muitas crianças, jovens e adultos que vivem em situação de vulnerabilidade social, escuto muitos gritos vindo de suas realidades. Muitas vezes um sentimento de impotência, outras vezes a alegria de poder escutá-los sendo essa presença amorosa do ser coração de Maria, escuto fazendo a oferta do coração como a mãe que acalenta o filho na hora do choro. São nesses momentos que sinto a mão amorosa de Deus me conduzindo na missão a qual fui confiada.

E este ano ao celebramos 15 anos, é tempo de agradecer, por tantas vidas que passaram por aqui e deixaram um pouco de suas histórias, é o ano de dizer GRATIDÃO!  Momento de olhar a história percorrida e perceber os detalhes vividos com amor e contemplar as vidas resgatadas.  É tempo de narrar uma história que vem sendo vivida a 15 anos. Narrar uma história é firmar raízes, louvar a Deus pelos frutos colhidos, olhar para frente e vislumbrar novos horizontes.

Abraço Cordimariano!

Compartilhe este artigo:
Nome:
E-mail:
E-mail do amigo:
DEIXE UM COMENTÁRIO
TAGS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS