0800 940 2377 - (31) 3490 3100 - (31) 3439 8000 assinaturas@olutador.org.br
A tentação da Igreja Participação ativa Um porto seguro para casais, sacerdotes e religiosos(as) Chamados para uma missão Comitê de Bacia investe em saneamento

A tentação da Igreja

Carlos Scheid

Uma rápida varredura na História da Igreja permite identificar a tentação permanente que ronda o “pessoal da Igreja” – expressão de Jacques Maritain – quando a missão parece difícil, as barreiras se multiplicam e a solução aparente est…

Leia Mais

Participação ativa

Um dos princípios orientadores da reforma litúrgica do Concílio Vaticano II foi o da “participação ativa”, como lemos no número 14 da Constituição Conciliar Sacrosanctum Concilium [SC]: “É desejo ardente na mãe Igreja que todos os fiéis cheguem à…

Leia Mais

Um porto seguro para casais, sacerdotes e religiosos(as)

O EMM nos dá um presente, que é viver o FDS, um verdadeiro encontro consigo, com o outro e com Deus, que nos mostra o caminho para a conversão com mudanças de atitudes, a escuta com o coração e com a decisão de amar sempre. Isto tem sido um porto seg…

Leia Mais

Chamados para uma missão

João da Silva Resende, SDN*

 

“Eu te segurei pela mão, te formei e te destinei para unir meu povo e ser luz das nações. Para abrir os olhos aos cegos, tirar do cárcere os prisioneiros e da prisão os que moram nas trevas.” (Is 42,6-7.) Assim …

Leia Mais

Comitê de Bacia investe em saneamento

CBH-Manhuaçu conclui 16 Planos Municipais e agora acompanha sua implantação.

Passam-se os anos, trocam-se governos, novas políticas públicas são anunciadas e o saneamento básico segue um descalabro no Brasil. Embora seja um direito previsto na Const…

Leia Mais

“Feliz é aquela que acreditou!”

Busca da intimidade com Deus
A presença de uma pessoa já fala por si mesma, já comunica o que ela traz em seu interior. Dor, alegria, confiança, esperança, medo… são revelados pelo nosso próprio ser. E não raro, vemos as palavras tentando mostrar o que não somos, tentando “melhorar” a imagem que nosso ser comunica. Por isso, só vemos bem com o coração, com o sentimento, com a linguagem que permite descobrir a Boa Nova de Deus que se revela e está presente em cada pessoa.

A. Situando o texto
Logo depois do anúncio do Anjo, a jovem Maria sobe as montanhas para ajudar a prima Isabel, já de idade avançada. Duas mulheres se encontram, uma jovem e uma idosa, e ambas partilham de uma alegria comum: nelas Deus realizou maravilhas. Duas pessoas tocadas pelo mistério de Deus que não se esquece dos pequeninos; antes, através deles, faz acontecer o seu Reino de amor. São felizes porque acreditaram no Senhor.
O encontro delas manifesta também o encontro das diferentes gerações, do novo e do velho, que se ajudam a fim de colaborar no plano de Deus. Afinal, o chamado de Deus não está sujeito à idade. Vamos ouvir o que o Senhor nos vem falar.

B. O que o texto diz em si
Ler na Bíblia: Lucas 1,39-56.
Chave de Leitura:
1. O que acontece quando Maria encontra Isabel?
2. Quais as grandes ações de Deus que aparecem no cântico de Maria?
3. Quais as grandes ações que Deus tem realizado em nossa história, hoje?
4. Como posso servir melhor ao Reino de Deus?

C. O que o texto diz para nós
Maria é uma presença que comunica Deus. Seu ser manifesta a força salvadora de Deus. Sua presença mexe com o ambiente, com João Batista ainda no ventre de Isabel. A presença de Maria comunica alegria, comunica fé, comunica esperança. Não é sem motivo que Isabel logo a proclama bem-aventurada por ter acreditado nas promessas do Senhor.
E Isabel fala pela experiência que ela mesma vive. Depois de rezar tantos anos pedindo um filho, em sua idade avançada vê que Deus realiza seu desejo e a tira da humilhação. É com esses olhos de fé que Isabel olha para Maria. O que Maria vive e comunica é fruto da ação de Deus em sua vida.
Assim elas partilham sua esperança, sua fé e sua disposição em colaborar com a obra salvadora de Deus.

Cantando:
Maria do Sim, / ensina-me a dizer meu sim! (bis)

Tanto a profissão de fé de Isabel quanto o canto de Maria manifestam que a ação de Deus nelas ultrapassa em muito o fato de dar à luz um filho. Trata-se de um projeto muito maior. Isabel dá à luz aquele que vai preparar os caminhos do Senhor, o último profeta de todo o Antigo Testamento que, com voz e atitudes fortes, convocará o povo à conversão.
E Maria traz consigo o Salvador. Deus se faz homem em seu ventre. Nela, assume a nossa humanidade e nos vem mostrar o verdadeiro rosto misericordioso de Deus. Por isso o cântico do Magnificat resume os grandes feitos de Deus em toda a história de Israel. A esperança do povo se cumpre com o sim de duas mulheres, fracas em seu corpo, fortes em sua fé. Simples em sua aparência, grandiosas no mistério que carregam consigo.

Cantando:
Eu vim para que todos tenham vida, / Que todos tenham vida plenamente. (bis)

D. O que o texto nos faz dizer a Deus?
a) Senhor, ajudai-nos a dar o nosso sim a cada dia, para que vossa ação continue se fortalecendo no mundo. Rezemos:
Fortalecei, Senhor, a nossa fé!

b) Senhor, que a exemplo de Maria e Isabel, saibamos somar forças entre as diferentes gerações. Rezemos:

c) Senhor, que nossa presença seja sempre uma comunicação da vossa Boa Nova! Rezemos:

E. O que o texto nos sugere para nossos dias?
– Nossa presença comunica Deus ou fica embaçada em nossa pouca fé?

F. Tarefa Concreta
Procurar aproximar as gerações com as quais você convive, despertando a graça do serviço ao Evangelho.

Encerramento
Recolha-se no silêncio e procure meditar a cena bíblica, repassando os acontecimentos na mente e no coração. Procure recriar a cena como participante dela. Imagine-se presente na cena em que Maria visita Isabel. Identifique os sentimentos que brotam dentro de você e, a partir deles, faça sua oração a Deus, deixando-se conduzir por Seu Espírito.

Deixe uma resposta