0800 940 2377 - (31) 3490 3100 - (31) 3439 8000 assinaturas@olutador.org.br
A tentação da Igreja Participação ativa Um porto seguro para casais, sacerdotes e religiosos(as) Chamados para uma missão Comitê de Bacia investe em saneamento

A tentação da Igreja

Carlos Scheid

Uma rápida varredura na História da Igreja permite identificar a tentação permanente que ronda o “pessoal da Igreja” – expressão de Jacques Maritain – quando a missão parece difícil, as barreiras se multiplicam e a solução aparente est…

Leia Mais

Participação ativa

Um dos princípios orientadores da reforma litúrgica do Concílio Vaticano II foi o da “participação ativa”, como lemos no número 14 da Constituição Conciliar Sacrosanctum Concilium [SC]: “É desejo ardente na mãe Igreja que todos os fiéis cheguem à…

Leia Mais

Um porto seguro para casais, sacerdotes e religiosos(as)

O EMM nos dá um presente, que é viver o FDS, um verdadeiro encontro consigo, com o outro e com Deus, que nos mostra o caminho para a conversão com mudanças de atitudes, a escuta com o coração e com a decisão de amar sempre. Isto tem sido um porto seg…

Leia Mais

Chamados para uma missão

João da Silva Resende, SDN*

 

“Eu te segurei pela mão, te formei e te destinei para unir meu povo e ser luz das nações. Para abrir os olhos aos cegos, tirar do cárcere os prisioneiros e da prisão os que moram nas trevas.” (Is 42,6-7.) Assim …

Leia Mais

Comitê de Bacia investe em saneamento

CBH-Manhuaçu conclui 16 Planos Municipais e agora acompanha sua implantação.

Passam-se os anos, trocam-se governos, novas políticas públicas são anunciadas e o saneamento básico segue um descalabro no Brasil. Embora seja um direito previsto na Const…

Leia Mais
Screen Shot 2017 04 24 At 11.19.24 AM

Espírito de Deus

Dom Paulo Mendes Peixoto – Arcebispo de Uberaba, MG

 

Não é fácil ter o Espírito de Deus. A possibilidade acontece a partir da vinda de Jesus Cristo. Foi Ele quem nos aproximou dessa realidade, porque n’Ele o divino se tornou humano. Suas palavras e prática revelam a grandeza da vida divina dentro do contexto humano.

É fundamental o correto uso da liberdade para fazer boas escolhas e ter uma vida de acordo com as palavras do Evangelho. A liberdade das pessoas sofre as consequências do mal e das injustiças que querem dominar o agir humano. Não basta crer em Jesus Cristo para ter afinidade com o Espírito de Deus, sem violar as normas divinas e agir contra os princípios cristãos, mas é preciso seguir seus passos e lutar sempre para que o mundo se liberte do mal que o desfigura a todo instante, ferindo sua identidade.

Recusar a Deus como Pai significa não reconhecer o outro como irmão. Sendo assim, fica difícil praticar a fraternidade, justamente aquilo que nos possibilita ter o Espírito de Deus. Tudo isso concretiza o fechamento da pessoa em si mesma, reduzindo sua capacidade de relacionamento e de comunhão. O individualismo não consegue satisfazer e dar sentido saudável para a vida humana.

Fala-se em fazer a experiência de Deus. Na verdade, é a experiência do Espírito Santo, conferindo às pessoas os seus dons, carismas, ministérios e serviços. Isso abre o coração e a mente dos indivíduos para a prática da caridade. Eles conseguem sair do fechamento e se tornam pessoas realizadas, porque saem de si mesmas e se colocam a serviço dos irmãos, principalmente os mais necessitados.

Com a visão bíblica, no passado “o Espírito pairava sobre as águas”. (Gn 1,2.) O ser humano passou a ter vida a partir de um sopro divino: “soprou o sopro da vida e ele se tornou um ser vivente”. (Gn 2,7.) Jesus fez o mesmo gesto em relação dos discípulos, ao soprar sobre eles, disse: “Recebei o Espírito Santo”. (Jo 20,22.) É o Espírito das boas obras para quem as pratica com fé.

Ter o espírito de Deus significa viver a santidade, uma realidade que vem do cumprimento da Palavra de Deus. É na prática comunitária que isto acontece, porque ali há espaço para a convivência e o exercício da fraternidade. Ninguém está excluído dessa realidade, porque a santidade é para todos, é proposta universal, mas que respeita a decisão de cada pessoa.

 

 

 

 

Foto: Diafímisi.com

 

Deixe uma resposta