0800 940 2377 - (31) 3490 3100 - (31) 3439 8000 assinaturas@olutador.org.br
A tentação da Igreja Participação ativa Um porto seguro para casais, sacerdotes e religiosos(as) Chamados para uma missão Comitê de Bacia investe em saneamento

A tentação da Igreja

Carlos Scheid

Uma rápida varredura na História da Igreja permite identificar a tentação permanente que ronda o “pessoal da Igreja” – expressão de Jacques Maritain – quando a missão parece difícil, as barreiras se multiplicam e a solução aparente est…

Leia Mais

Participação ativa

Um dos princípios orientadores da reforma litúrgica do Concílio Vaticano II foi o da “participação ativa”, como lemos no número 14 da Constituição Conciliar Sacrosanctum Concilium [SC]: “É desejo ardente na mãe Igreja que todos os fiéis cheguem à…

Leia Mais

Um porto seguro para casais, sacerdotes e religiosos(as)

O EMM nos dá um presente, que é viver o FDS, um verdadeiro encontro consigo, com o outro e com Deus, que nos mostra o caminho para a conversão com mudanças de atitudes, a escuta com o coração e com a decisão de amar sempre. Isto tem sido um porto seg…

Leia Mais

Chamados para uma missão

João da Silva Resende, SDN*

 

“Eu te segurei pela mão, te formei e te destinei para unir meu povo e ser luz das nações. Para abrir os olhos aos cegos, tirar do cárcere os prisioneiros e da prisão os que moram nas trevas.” (Is 42,6-7.) Assim …

Leia Mais

Comitê de Bacia investe em saneamento

CBH-Manhuaçu conclui 16 Planos Municipais e agora acompanha sua implantação.

Passam-se os anos, trocam-se governos, novas políticas públicas são anunciadas e o saneamento básico segue um descalabro no Brasil. Embora seja um direito previsto na Const…

Leia Mais
Revista Catolica Olutador Biblia 800×350

A Exortação Dei Verbum

Nesta coluna, estamos tentando conhecer melhor os passos dados pela Igreja Católica no que diz respeito à compreensão da comunicação de Deus conosco e, de maneira especial, sobre a Sagrada Escritura, do final do século XIX até o Sínodo sobre a Palavra de Deus, do qual nasceu a Exortação Apostólica Pós-Sinodal Verbum Domini. No último artigo, começamos a falar sobre o contexto da Constituição Dogmática Dei Verbum, do Concílio Vaticano II.

O movimento bíblico e o movimento ecumênico, que ganharam corpo na Europa, especialmente em torno e depois da Segunda Guerra mundial, tiveram papel fundamental na construção da Dei Verbum. Para a Igreja do Brasil, por outro lado, aconteceu uma experiência ímpar: em Roma, durante as sessões do Concílio, os bispos do Brasil aproveitaram para se atualizar sobre as grandes discussões teológicas do momento, utilizando a contribuição dos próprios peritos que assessoravam o Concílio.

Durante a primeira sessão do Concílio, houve muitos problemas na condução dos trabalhos. Nos meses antes da morte do Papa João XXIII, devido à sua fragilidade física, ficou claro o desejo de a Cúria Romana se sobrepor ao Papa e retroceder com o andamento do Concílio. O primeiro esquema sobre a Revelação, preparado pela Comissão Teológica, chamou-se “Sobre as fontes da Revelação”. Não conseguiu captar o espírito do Concílio como proposto por João XXIII. Por isso, foi fragorosamente rejeitado pelos bispos.

Depois da morte de João XXIII, o clima do conclave, na verdade, era não somente para a escolha de um novo Papa, mas de decisão sobre os rumos futuros do Concílio. Foi eleito o Cardeal Montini, Arcebispo de Milão, o futuro Papa Paulo VI, que decide pela manutenção do cronograma do Concílio.

No tocante ao documento sobre a Revelação, foi composta uma comissão mista para elaborar novo esquema (o segundo), chamado “Sobre a divina Revelação”. O projeto foi enviado aos bispos do mundo inteiro entre a primeira e a segunda sessão. Recebeu, também este, uma enxurrada de críticas. Praticamente, nem chegou a ser discutido na segunda sessão, por ter sido rejeitado pelos comentários escritos. Foi feita uma nova redação do esquema (a terceira) e enviada aos bispos, sendo discutida na Sala Conciliar na terceira sessão, em 1964.

Finalmente, o texto foi corrigido e emendado, dando origem à Constituição Dogmática Dei Verbum (A Palavra de Deus), aprovada na quarta sessão, no dia 18/11/1965, com 2.344 votos a favor e 6 contra.

Além de um proêmio e um epílogo, a Constituição Dogmática Dei Verbum está estruturada em seis partes, da seguinte forma: 1) A revelação como tal; 2) A transmissão da divina revelação; 3) Inspiração divina da Sagrada Escritura e sua interpretação; 4) O Antigo Testamento; 5) O Novo Testamento; 6) A Sagrada Escritura na vida da Igreja.

Podem ser percebidas algumas intuições teológicos subjacentes à Dei Verbum. Entre elas, destacam-se: 1) a relação entre a pregação de Cristo e sua transmissão pela Igreja; 2) a suficiência da Sagrada Escritura; 3) a Tradição como um processo vivo de uma compreensão progressiva da verdade revelada; 4) a consciência de que o Magistério não está acima da Palavra de Deus, mas deve interpretá-la autenticamente; 5) a discussão sobre a/as fonte/s da Revelação; 6) a relação entre exegese e teologia sistemática; 7) a necessidade de beber dos mananciais da Sagrada Escritura e da Patrística; 8) a Palavra de Deus como ponte do diálogo entre católicos e protestantes; 9) releituras dos conceitos de inspiração, inerrância e autoria;

10) a problemática da historicidade

da Bíblia e o uso  de gêneros literários.

Eis algumas características globais do documento: 1) A Dei Verbum é um documento com forte teor cristocêntrico, pois Jesus Cristo é a plenitude da Revelação. Como ele é uma pessoa, a Revelação torna-se um diálogo pessoal entre Deus e o ser humano. 2) Há nítida tendência à unidade e à síntese: Tradição e Escritura; Palavra de Deus e Magistério; Magistério e povo; Palavra e Eucaristia; palavra divina e linguagem humana; etc. 3) Sua linguagem é menos dogmático-conceitual e mais histórica, bíblica e patrística. 4) Finalmente, uma das grandes marcas da Dei Verbum foi o forte interesse ecumênico, com a superação da postural apologética e das controvérsias confessionais.]

 

* Bispo da Diocese de Garanhuns, PE, e Doutor em Teologia Bíblica

Deixe uma resposta